Kubica: Ser piloto de teste me dá mais conhecimento do carro

O novo piloto de teste da Williams diz que está gostando de seu papel na equipe, que lhe permite compreender melhor alguns aspectos de quando competia

Robert Kubica tentou, durante o ano de 2017, retornar à F1 como piloto titular para a temporada 2018, realizando vários testes com a Renault e Williams pela primeira vez desde que sofreu um acidente de rali que causou sérias lesões em seu braço direito.

O polonês finalmente perdeu a batalha pelo segundo assento na Williams contra Sergey Sirotkin, embora ele conseguisse garantir um lugar na equipe como piloto reserva.

"É uma boa sensação para mim", confessou o vencedor do GP de Canadá de 2008 perguntado pelo Motorsport.com sobre como ele estava em seu primeiro teste de pré-temporada em sete anos.

"Se você olhar para onde eu estava há 12 meses e onde eu estou agora, as coisas mudaram muito, de fato, estou aproveitando minha posição, apresenta muitos desafios e oportunidades para ver a equipe trabalhar e diferentes pontos de vista".

"Quando você é um piloto titular, vê as coisas do ponto de vista da corrida, os engenheiros, técnicos, mecânicos e todo o time estão trabalhando, mas você não pode ir tão fundo quanto essa situação me permite".

"É uma boa oportunidade e estou aproveitando, também é divertido e acho que será um ano interessante".

Quando pedido para fazer um julgamento sobre o nível da Williams depois de completar dois dias e meio de trabalho, Kubica disse que "isso é uma questão para o departamento de engenharia".

"Do meu ponto de vista, os objetivos que tínhamos e a posição em que eu estou, acho que temos uma ideia clara de onde temos que trabalhar. É mais uma questão de otimizar os pilotos".

Estava planejado que Kubica iria guiar no último dia, mas o piloto decidiu dar seu lugar para Lance Stroll para dar ao canadense mais quilometragem com o carro antes da Austrália.

"Muitas pessoas me perguntam sobre isso como se eu tivesse dado meu coração", brincou. "Eu acho que foi a coisa certa para lhe dar a oportunidade de acumular mais tempo no carro. Tive uma boa ideia do carro depois de guiar no dia anterior e eu pensei que os pilotos se beneficiariam mais rodando, especialmente porque eles têm que marcar pontos, não eu. Simples assim", explicou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Robert Kubica
Equipes Williams
Tipo de artigo Últimas notícias