Kvyat alerta: "ritmo de sexta-feira não significa nada"

Daniil Kvyat é precavido quanto às aspirações da Red Bull para o GP do Japão, mesmo conseguindo ser o mais rápido da segunda sessão

O mau tempo em Suzuka acabou trazendo nomes poucos usuais na liderança dos primeiros treinos da sexta-feira. Carlos Sainz Jr. foi o mais rápido pela manhã japonesa e Daniil Kvyat pela tarde. Como a previsão indica que o sábado será de tempo seco, o russo afirmou que seria importante não acreditar que essa seja a realidade da equipe:

"Para ser honesto, o dia de hoje não significa nada", admitiu. "Não seria ruim se permanecesse assim durante todo fim de semana, mas sabemos que não será."

"A pista estava muito escorregadia quando voltou a chover, é uma pista muito estreita, com lugares onde não é difícil cometer erros."

O ritmo da Williams

Daniel Ricciardo, que foi oito décimos mais lento que Kvyat, na quarta posição, concordou que era impossível fazer qualquer leitura do desempenho da Red Bull.

"Não aconteceu muita coisa hoje. Não temos muitos pneus de chuva e você nunca sabe se continuará assim amanhã, então tivemos que economizar um pouco", disse Ricciardo.

"Então fizemos algumas voltas para começar e nos prepararmos para piso seco, já que deve estar assim para a classificação e a corrida."

"Temos que trabalhar de modo eficiente no setup do carro no TL3 e não temos muito tempo para isso", disse o australiano.

Falando das expectativas da Red Bull em relação ao desempenho, Ricciardo acrescentou: "Podemos estar entre os cinco primeiros, temos que ter o mesmo ritmo da Williams, mas veremos."

"Precisamos começar com o carro certo, porque não teremos muito tempo para mudar o equilíbrio."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pista Suzuka
Pilotos Daniel Ricciardo , Daniil Kvyat
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias