Largada da Fórmula 1 muda neste domingo; saiba como

compartilhar
comentários
Largada da Fórmula 1 muda neste domingo; saiba como
Por: Gabriel Lima
18 de ago de 2015 17:09

A partir do GP da Bélgica equipes não poderão mais ajudar pilotos a ajustar embreagem e terão comunicação de rádio limitada

Reta de largada
Largada
Largada: Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 Team lidera
Max Verstappen, Scuderia Toro Rosso STR10 e Jenson Button, McLaren MP4-30 no fim do grid antes da largada
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06; Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06; Sebastian Vettel, Ferrari SF15-T; e Kimi Raikkonen, Ferrari SF15-T na largada
Largada: Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 Team lidera
Largada Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team

A volta da Fórmula 1 neste próximo final de semana virá acompanhada de uma grande novidade do lado esportivo. A FIA proibiu que os times comuniquem seus pilotos de mudanças no ponto da embreagem de seus carros. Com isso, a intenção é deixar a atividade de conseguir uma boa largada mais na mão dos pilotos do que na da tecnologia e dos engenheiros.

Uma boa regulagem de embreagem para largar a partir de agora passa estar diretamente ligada à sensibilidade de cada piloto ao sair para a volta de apresentação.

No entanto, a interferência do time será impedida apenas após o piloto entrar no carro para largar. Durante o final de semana, como de costume, a equipe continuará fazendo simulações de partida para pré definir o ponto da embreagem.

Porém, com a aderência da pista mudando ao longo do final de semana e a influência da temperatura e das condições da pista no momento da largada, cada um terá de ajustar a embreagem de acordo com sua percepção.

Encontrar o ponto da embreagem em um Fórmula 1 para uma boa largada é muito mais difícil do que apenas sair com um carro de rua da garagem, por exemplo. Os pilotos de Fórmula 1 possuem duas borboletas de embreagem atrás de seu volante, logo abaixo das borboletas que passam marchas para cima e para baixo. É importante dizer que o carro possui um câmbio de embreagem dupla, que permite aos pilotos não precisarem acioná-la para trocar de marchas correndo, apenas para colocar o carro em movimento.

Do lado direito, o piloto solta a embreagem assim que vê as luzes vermelhas se apagarem na largada. Isso libera o uso da embreagem controlada pela borboleta esquerda, que é apertada apenas até o ponto que o time crê que irá fornecer maior tração às rodas sem fazê-las patinar. Esta borboleta é liberada aos poucos, enquanto o carro ganha velocidade.

A partir deste final de semana, este acerto deverá ser feito a partir da sensibilidade de cada piloto. Estão proibidas comunicações de rádio durante a volta de apresentação que façam o chamado “coaching”, ou, em português claro, digam aos pilotos como acertar e onde posicionar a embreagem na largada.

A percepção da tração de cada piloto saindo para a volta de apresentação em Spa-Francorchamps poderá ser vital.

Próxima Fórmula 1 matéria
Senna e Prost poderiam ter juntado forças?

Previous article

Senna e Prost poderiam ter juntado forças?

Next article

Saiba como mecânicos da F1 trabalham em fim de semana de prova

Saiba como mecânicos da F1 trabalham em fim de semana de prova
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Localização Spa-Francorchamps
Autor Gabriel Lima
Tipo de matéria Conteúdo especial