Largando em terceiro, Hamilton torce por bom ritmo da McLaren

Lewis levou susto no Q1, quase ficando fora. Button, eliminado Q2, também confia em bom desempenho do carro na corrida

A caminhada de Lewis Hamilton para o terceiro lugar no grid do GP da Coreia não foi das mais tranquilas. O próprio piloto admitiu que temeu sair da classificação ainda na primeira parte do treino, quando acabou em 17º - e viu os rivais melhorando enquanto estava estacionado nos boxes.

“Quase não passei do Q1. Estava no cockpit, querendo dizer para o pessoal que eles deveriam ficar calmos, mas estava muito ansioso. Fiquei muito feliz em conseguir uma boa volta no final, com os pneus novos, e ter conseguido uma boa posição.”

Ouvido pelo TotalRace, o piloto da McLaren garantiu que não se assustou em outro lance de ‘emoção’ na classificação, quando foi liberado do box ao mesmo tempo que a Mercedes de Michael Schumacher e teve de desviar para não acertar o alemão.

“Estava a quilômetros de distância. Eles me liberaram antes e já estava acelerando quando a Mercedes saiu, então só evitei confusão. É muito importante ir para a pista sem tráfego para conseguir colocar temperatura nos pneus mas, no último setor, todo mundo está tentando ter um espaço de uns 6s para fazer a volta e você acaba no meio de um trem. Eu pensei: ‘Não vou andar lento, vou passar quem estiver na frente. É bom ter espaço na pista.”

Falando sobre a corrida, Hamilton espera que a McLaren tenha um bom ritmo, embora admita que não fez simulações com o carro mais carregado nos treinos livres.

“Você precisa fazer as escolhas certas, não cometer nenhum erro e espero que tenhamos um bom ritmo, porque não fiz nenhuma simulação de corrida neste final de semana, já que estávamos focando no acerto. Ter uma boa largada seria de grande ajuda. Larguei da pole ano passado e Sebastian conseguiu passar, porque são duas retas muito longas e há várias chances de ultrapassagem. Espero que seja uma corrida forte para nós.”

Se Hamilton quase ficou no Q1, seu companheiro Jenson Button acabou eliminado do Q2 de forma surpreendente. Um erro em uma de suas voltas rápidas, somado a uma bandeira amarela na outra acabou deixando o campeão de 2009 em 11º lugar.

“Eu travei as rodas em uma de minhas tentativas, espalhei e precisei usar a primeira marcha, perdendo bastante tempo”, admitiu. “Mesmo assim daria pra ir alguns décimos mais rápidos, mas isso não foi possível devido a uma bandeira amarela que encontrei”, explicou.

Agora, Button acredita no bom ritmo de corrida da McLaren para se recuperar no domingo. “É decepcionante largar tão atrás, tem 10 carros à minha frente, mas fomos bem ontem nas simulações de corrida, acho que os mais rápidos, então vamos ver o que dá para fazer amanhã”, disse o piloto. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Coreia
Pilotos Jenson Button , Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias