Lauda assumirá cargo de presidente não-executivo na Mercedes

Austríaco tricampeão da F-1 nos anos 1970 e 80 teria participado das negociações dos alemães com Bernie Ecclestone

O tricampeão da F-1, Niki Lauda, assumirá um papel administrativo na Mercedes a partir do ano que vem. O austríaco teria participado das negociações do time alemão com Bernie Ecclestone sobre o novo Pacto da Condórdia, acordo que rege os contratos comerciais na categoria.

Os alemães estavam descontentes com os termos apresentados por Ecclestone e com o tratamento diferenciado em relação a Ferrari, Red Bull e McLaren, que já fecharam o acordo no início do ano. Porém, a contratação de Lewis Hamilton, por três anos, parece encerrar a questão.

Em comunicado, a equipe afirmou que a chegada de Lauda é um reforço para a área administrativa. “A Mercedes-Benz montou a estrutura técnica para dar às equipes de Brackley e Brixworth as ferramentas necessárias para atingir um sucesso duradouro na F-1. Num futuro próximo, o tricampeão Niki Lauda também trará sua experiência em um papel de presidente não-executivo do board de diretores do time, reforçando a força da Mercedes”.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias