Lauda ataca Kvyat em incidente: “se fosse Vettel, o mataria”

Em baixa, piloto russo desperta fúria de tricampeão mundial após tirar Sebastian Vettel da corrida em Sochi

Que Daniil Kvyat não vem vivendo grande fase na temporada de 2016, todos sabem. O piloto foi substituído na Red Bull por Max Verstappen após dois toques com Sebastian Vettel na largada do GP da Rússia no último final de semana.

O último a criticar o russo foi o austríaco Niki Lauda. Tricampeão do mundo da F1 nos anos de 1975, 1977 e 1984, ele disse que seria muito mais enfático no argumento contra Kvyat se fosse Vettel. Sendo mais específico, Lauda desejaria colocar suas mãos em Daniil caso fosse ele que tivesse sido tirado da corrida.

"Se fosse o Vettel, eu o mataria", disse Lauda à Sky Sports.

"Foi horrível. Ele não pode dirigir por toda a pista cometendo bobagens como estas que ele fez."

Atualmente diretor não-executivo da Mercedes, ele disse que não comemorou o fato de nenhum de seus carros estar envolvido no incidente, e nem o fato de Vettel – provável concorrente direto de Rosberg e Hamilton pelo título – ter sido o grande prejudicado.

"Vettel fez tudo certo. Kvyat colidiu com ele por trás. Ele não poderia ter feito isso ser mais estúpido e mais irritante."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Niki Lauda , Daniil Kvyat
Tipo de artigo Últimas notícias