Lauda chama novo formato de classificação da F1 de estúpido

Ex-piloto e atual diretor da Mercedes diz que proposta foi a menos pior das apresentadas por Bernie Ecclestone

Tricampeão da categoria e atual diretor não executivo da Mercedes, Niki Lauda acredita que o novo formato de classificação eliminatória que a Fórmula 1 introduziu para 2016 é "estúpido".

A partir do Grande Prêmio da Austrália deste fim de semana, o esporte terá um novo sistema que espera embaralhar o grid e as corridas.

O novo formato, no entanto, não foi bem recebido por vários pilotos, que acreditam que o antigo sistema funcionava muito bem. Veja aqui como vai funcionar a classificação.

Lauda juntou-se ao grupo de detratores, embora ele concorde que esta alternativa é melhor do que o grid inverso, uma ideia proposta por Bernie Ecclestone.

"O novo formato parece estúpido", disse Lauda ao jornal Gazzetta dello Sport. "Eu sou parte do Grupo de Estratégia, e Ecclestone veio com a ideia de que seria necessário mudar alguma coisa na luta pela pole position, a fim de torná-lo mais competitiva".

"A proposta inicial era para reverter o grid, com o tempo mais rápido na 10ª posição e assim por diante".

"Para nós da Mercedes não era uma ideia atraente. Assim era melhor aceitar a outra proposta, embora eu não saiba se tudo estará pronto até Melbourne"

O austríaco reconhece que a Mercedes continua a ser o time a ser batido neste ano, mas ele acha que a Ferrari fechou a lacuna.

"Não é culpa da Mercedes se em campeonatos recentes temos sido mais fortes", acrescentou. "O objetivo é continuar, mas acho que a margem diminuiu".

"No ano passado nós estávamos meio segundo à frente da Ferrari, enquanto que este ano eu acho que é para baixo de dois décimos. Isso pode acontecer."

Reportagem adicional de Franco Nugnes 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias