Lauda deixa hospital dois meses após transplante de pulmão

compartilhar
comentários
Lauda deixa hospital dois meses após transplante de pulmão
Scott Mitchell
Por: Scott Mitchell
Traduzido por: Daniel Betting
24 de out de 2018 15:27

Niki Lauda, tricampeão mundial da Fórmula 1, recebeu alta pouco mais de dois meses após ter passado por transplante de pulmão

Niki Lauda foi operado no hospital AKH em Viena, Áustria, no início de agosto, após ficar doente durante suas férias em Ibiza.

Nesta quarta-feira, pouco mais de dois meses após o transplante, o hospital confirmou que Lauda, que atua como conselheiro da equipe Mercedes de Fórmula 1, deixou o hospital em boa condição.

Foi informado também que Lauda continuaria com uma "intensa reabilitação" que "durará várias semanas".

O hospital confirmou que o austríaco de 69 anos continuará recebendo assistência no próprio hospital AKH e na Universidade de Medicina de Viena.

Em agosto, o chefe da divisão de pneumologia do AHK Viena, Marco Idzko, disse que Lauda recebeu terapia imunossupressora depois de ficar doente, o que levou a "uma melhora significativa na situação respiratória".

No entanto, Lauda foi posteriormente afetado por uma enfermidade pulmonar aguda, que levou a receber ventilação mecânica na unidade de terapia intensiva.

Naquele momento, os médicos temiam que Lauda tivesse uma expectativa de vida de apenas alguns dias, o que o se fez urgente um transplante de pulmão. Após a realização da operação, esclareceu-se que a condição de Lauda não estava relacionada às lesões pulmonares que sofreu em seu gravíssimo acidente de Nurburgring em 1976.

Next article
F1 substitui ideia de câmera onboard em óculos

Previous article

F1 substitui ideia de câmera onboard em óculos

Next article

HORÁRIOS: Eleições tiram transmissão de F1 da TV aberta

HORÁRIOS: Eleições tiram transmissão de F1 da TV aberta
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Niki Lauda
Equipes Mercedes Shop Now
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias