Lauda: Rosberg "deveria ter nos avisado" sobre aposentadoria

Niki Lauda, diretor não-executivo da Mercedes, revelou que não ficou muito feliz com o anúncio repentino da aposentadoria de Nico Rosberg, alegando que o time não teve tempo de se planejar para encontrar um substituto

Nico Rosberg pegou todos de surpresa ao anunciar, na última sexta-feira (2), a aposentadoria precoce da Fórmula 1, apenas cinco dias depois da conquista do título da temporada 2016.

O alemão, que tinha contrato com a Mercedes até 2018, avisou a equipe em cima da hora, algo que não deixou o diretor não-executivo do time, Niki Lauda, bastante insatisfeito.

"O que mais me incomoda é que Nico disse que teria continuado caso não tivesse se sagrado campeão. É algo que ele deveria ter nos avisado, no mínimo, no momento em que assinou o contrato, pois aí teríamos preparado um plano 'B'. Deveríamos ter isso para um evento como este, mas a vida é assim", disse Lauda em entrevista ao diário alemão Die Welt.

"Demos a ele a oportunidade de ser campeão do mundo em um carro fantástico e então ele vem e nos diz que quer se aposentar. Isso criou um grande buraco na equipe e passou a impressão de que somos tolos", afirmou.

Sobre a escolha de Rosberg de não querer defender o título, Lauda comentou: "No meu tempo, eu quis defender o meu título. Era um desafio ter o #1 no meu carro e bater os adversários mais uma vez. Na verdade, o mais importante era defender o título. Você só queria ser campeão por isso."

"Nico escolheu um caminho diferente, ele sempre quis fazer o que fez. O problema é que ele não nos deu nenhum sinal do que faria e por isso fomos pegos de surpresa", completou.

Reportagem adicional por Stefan Ehlen

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Niki Lauda , Nico Rosberg
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias