Leclerc quer esclarecimento de regra após incidente com Magnussen

compartilhar
comentários
Leclerc quer esclarecimento de regra após incidente com Magnussen
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
18 de out de 2018 20:48

Piloto da Sauber planeja pedir ao diretor da F1, Charlie Whiting, por regras melhores definidas sobre o quanto os rivais podem bloquear um ao outro, na esteira de seu confronto com Kevin Magnussen no GP do Japão

Charles Leclerc ainda está descontente com o fato de Kevin Magnussen ter escapado de punição por causa de um toque agressivo, enquanto lutava por uma posição nos estágios iniciais da corrida de Suzuka.

Enquanto a FIA explicou que Magnussen escapou da sanção porque achava que o dinamarquês havia se mudado exatamente na mesma hora em que seu rival, Leclerc não está tão convencido.

Embora Leclerc tenha recuado em uma agressiva mensagem de rádio, onde disse que Magnussen era "estúpido", ele disse que o incidente o levou a se certificar de que ele levantaria o assunto na reunião de sexta-feira dos pilotos em Austin.

"Obviamente, no calor do momento, eu provavelmente me arrependo de dizer o que eu disse no rádio, porque isso foi um pouco extremo demais", disse Leclerc antes do GP dos Estados Unidos.

"Mas mantenho o que eu disse fora do carro, e eu realmente não entendo porque ele não foi penalizado.”

"Eu falarei sobre isso no briefing de amanhã para apenas entender qual é a posição de Charlie, sobre como defender, porque se ele pode fazer isso, eu também posso.”

"Mas para mim, está um pouco no limite. Vou perguntar amanhã para saber mais."

Leclerc disse que queria orientações mais claras da FIA sobre o que é e o que não é permitido, porque se as manobras de Magnussen forem aceitas, então ele também precisa mudar sua abordagem para se defender.

Perguntado pelo Motorsport.com como ele mudaria essa abordagem defensiva, Leclerc disse: "Obviamente, com o DRS, e a quantidade de velocidade que estamos chegando atrás de outro piloto, somos muito mais rápidos.”

"Então, quando estamos fazendo um movimento, precisamos saber o que o carro na frente vai fazer, caso contrário, pode ser complicado.”

"Mas se está tudo bem para Charlie fazer isso, então estou bem. Eu só quero saber, eu quero que seja preto ou branco, se pudermos fazer isso ou não, porque então um piloto espera ou não."

Leclerc também não concordava com o ponto de vista da FIA de que evidências em vídeo sugeriam que Magnussen havia se mudado ao mesmo tempo que ele, ao invés de reagir.

"Se a razão pela qual ele não foi penalizado é porque eles realmente sentem que não foi uma reação da minha manobra, então eu discordo completamente", acrescentou Leclerc. "Se é outra coisa, preciso da explicação.”

"Mas eu discordo completamente que ele não se moveu reagindo ao que eu estava fazendo, porque estava bem claro que ele estava olhando nos espelhos naquela hora.”

"Quando mudei, ele se mudou. Mas vou perguntar a Charlie o que ele pensa sobre isso."

Next article
GALERIA: Relembre os últimos vencedores do GP dos EUA

Previous article

GALERIA: Relembre os últimos vencedores do GP dos EUA

Next article

Vettel não desiste e quer Ferrari com ritmo em Austin

Vettel não desiste e quer Ferrari com ritmo em Austin
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Kevin Magnussen , Charles Leclerc
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias