Leclerc diz ter subestimado traçado difícil de Melbourne

Piloto da Sauber confirma que ainda há grande caminho a percorrer para desenvolver carro após primeiro dia de trabalho

O estreante Charles Leclerc foi o mais lento nos dois treinos desta sexta-feira (23) na Austrália, terminando a 0s8 do companheiro de equipe na Sauber, Marcus Ericsson, no TL1, antes de reduzir a margem para 0s001 na segunda sessão.

Refletindo sobre a melhoria drástica em relação à outra Sauber, Leclerc admitiu que foi surpreendido pelo quão complicado é o traçado de Albert Park.

"Não me diverti nesta manhã, foi um pouco melhor nesta tarde", disse ele.

"Estou cada vez mais confiante com a pista. Não é fácil – achei que era mais fácil. Parecia bastante simples, mas quando você dirige, não é tão fácil."

Em termos de ritmo, Leclerc admitiu que a Sauber tem trabalho a fazer, apesar de também afirmar que o dia foi positivo.

"É um dia bastante positivo para mim", disse ele.

"Estamos tentando trabalhar no carro para tentar nos recuperar, já que estamos muito longe. Precisamos continuar trabalhando, mas é um dia bastante positivo para mim."

Ericsson ecoou os pensamentos de Leclerc, tomando pontos positivos do que foi um dia difícil em termos de velocidade.

"Foi um dia positivo. Completamos muitas voltas testando compostos diferentes", disse ele.

"Continuamos desenvolvendo nossa compreensão do novo carro com base no que aprendemos durante os testes de inverno.”

"Ainda temos muito trabalho pela frente para chegar onde queremos estar. As sessões de hoje foram boas para nos preparar para o resto do fim de semana."

Reportagem adicional por Erwin Jaeggi e Benjamin Vinel

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Sauber
Tipo de artigo Últimas notícias