Lembre grande apresentação de Alboreto em Mônaco em 1985

Após muitos azares, italiano não se dá por vencido e faz grande prova para chegar ao segundo lugar

Enquanto a Ferrari amarga um hiato de 14 anos sem vitórias em Mônaco, aproveitamos para viajar 30 anos no tempo nesta sexta-feira. O ano era 1985, e o piloto foi o último italiano a ganhar corridas e disputar um título pela Ferrari – Michele Alboreto.

Alboreto deu show nas ruas do principado naquele 19 de maio de 1985. Saindo de terceiro com Senna e Mansell à frente, ele demorou apenas uma volta para achar um espaço na Sainte Dévote para passar pelo inglês da Williams e iniciar uma caçada feroz ao brasileiro Ayrton Senna na Lotus preta e dourada.

Senna resistiu bem à pressão do italiano, mas uma falha de seu motor Renault na reta dos boxes na volta 13 o deixou na mão. O primeiro lugar ficou para Alboreto, entretanto o dia emocionante do italiano ainda estava para começar.

Um acidente envolvendo Nelson Piquet e Riccardo Patrese na Sainte Dévote banhou a pista de óleo, o que o fez errar e por pouco não acertar a proteção de pneus na volta 18. Prost, que contornou a curva mais lentamente, conseguiu permanecer na pista e ficar com o primeiro lugar. Alboreto engatou a ré rapidamente e partiu à caça do francês da McLaren.

A pressão do italiano era intensa. Na volta 22 Prost tomou a linha defensiva na Sainte Dévote, mas Alboreto, alucinado para vencer pela Ferrari em Monte Carlo, a recuperou entrando na curva por fora. Uma grande manobra.

Porém, mais uma vez, Michele sofreria com a falta de sorte após furar um pneu nos destroços da batida de Piquet e Patrese e ter de ir aos boxes. Ele voltou em quarto, atrás de Prost, De Angelis e De Cesaris. O que se viu aí foi outra grande recuperação.

Fazendo volta mais rápida atrás de volta mais rápida, ele chegou em De Cesaris e, aproveitando um momento de distração do piloto da Ligier, Michele mergulhou por dentro na Mirabeau e voltou ao pódio. Voltas mais tarde ele apanhou De Angelis se aproveitando dos pneus mais novos. Depois de pressionar, Alboreto fez a ultrapassagem no compatriota na Sainte Dévote na volta 64 de 78.

O italiano da Ferrari 27 ainda tinha 26 segundos de desvantagem para Prost, mas não se deu por vencido. Foi tirando a diferença volta a volta até o fim, quando cruzou a bandeirada a 7.5s de Alain. Para se ter uma ideia, De Angelis chegou 1:27s atrás de Prost. Alboreto estava mais de 50 segundos atrás do francês quando saiu do box.

Entretanto aquele era só início do hiato da Ferrari em Mônaco, que durou de 1981 até 1997. O hiato atual do time italiano dura desde 2001.

Confira o vídeo da inesquecível atuação de Alboreto aqui:

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Sub-evento Domingo corrida
Pista Monte Carlo circuito de rua
Pilotos Michele Alboreto
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Conteúdo especial