Líderes Cleber e Duda vencem de ponta a ponta em Campo Grande

Mercedes SLS AMG faz 1-2 com Jimenez/Boni em segundo; vencedores de sábado, Hahn e Khodair foram terceiro

A corrida deste domingo em Campo Grande do Brasileiro de Gran Turismo teve a dupla da Seringal Racing Duda Rosa e Cleber Faria saindo como a grande vencedora. Com o resultado, eles abriram ainda mais diferença na liderança da GT3.

"O carro estava perfeito, consegui entregar em primeiro para o Duda com uma vantagem legal. Foi uma corrida tranquila. Estamos brigando bem pelo campeonato", disse Cléber em entrevista coletiva acompanhada pelo TotalRace. "80% da corrida quem ganhou foi o Cléber. Só discordo que a corrida foi tranquila. Quase morri lá dentro, além de saber que tinham pilotos mais rápidos do que eu. Consegui negociar bem as ultrapassagens. Mantivemos o ritmo e vencemos", completou Duda.

A corrida começou com Boni ultrapassando Vanuê e ganhando a quarta posição. Croce ultrapassava Dahruj pela sétima colocação, mas levou o troco logo em seguida.

Depois, Marcelo Hahn, que largava em último, ultrapassava Croce e começava a escalar o pelotão. Dahruj ia à frente e passava Constantino e Vanuê Faria em duas curvas.

Com problemas, o piloto do carro #105 perdeu posições para Constantino e Hahn na volta 8. Continuando sua escalada, o piloto da Blau ultrapassava o piloto da BMW Z4 e acelerava até a parada para troca de pilotos.

Neste momento, todos paravam para a troca de pilotos e pneus. Os irmãos Ebrahim foram espertos e conseguiram ultrapassar a Ferrari de Ricci e Derani, indo para segundo. Mas sem ritmo, logo perderia a posição, isso na volta 18.

Com problemas de ABS, Ricci perdeu rendimento caiu muito, tendo que abandonar no fim. Neste momento Duda liderava Ebrahim, Jimenez, Khodair e Cacá.

Só que no fim da prova, ao forçar uma ultrapassagem em cima da Lotus Évora da GT4, rodou, entregando muitas posições.

Com isso, o pódio ficou: Duda Rosa/Cleber Faria, Sergio Jimenez/Paulo Bonifácio e Allam Khodair/Marcelo Hahn.

"Tivemos sorte, fora o trabalho do Jimenez no final. Perdi um pouco de contato com os líderes no início, mas tive a sorte de passar o Vanuê na primeira volta. Mais um pódio para nós, o que é muito bom", disse Boni. "Dedicamos a corrida de hoje ao Gleidson", completou Jimenez, se referindo ao mecânico ferido ontem numa troca de pneus da equipe. "A corrida foi equilibrada, mas não éramos, nem de perto, os mais rápidos. Mantemos um ritmo razoável. A pista estava muito difícil. Todo mundo está fazendo um bom trabalho", finalizou.

Terceiros hoje e vencedores ontem, Hahn e Khodair reconheceram que hoje foi um "super dia": Hoje foi um dia difícil. Acordei com dor, tomei analgésico, começamos em último... entreguei para o Allam em sexto, e ele estava bem, mas acabou dando uma escapada, porém conseguiu voltar. Tivemos sorte de estar no pódio, mas também teve merecimento. Foi um super dia", falou Hahn. "A briga com o Cacá foi bem complicada, ele dificilmente erra. Acabei forçando demais, errei e quase fiquei na brita. Mas a prova foi construída pelo Marcelo. Ele fez uma corrida ótima. Um fim de semana como esse é de se comemorar", finalizou.

A próxima etapa do Brasileiro de Gran Turismo será nos dias 1 e 2 de dezembro em Cascavel, pista do Oeste Paranaense.

2ª Corrida - Gran Turismo

1º) 30 - C.Faria/D.Rosa (MB, SP/RS), 32 voltas em 50:11.519 (média de 134,03 km/h)
2º) 22 - P.Bonifacio/S.Jimenez (MB , SP/SP), a 10.049
3º) 16 - M.Hahn/A.Khodair (LA , SP/SP), a 18.461
4º) 0 - C.Bueno/C.Dahruj (BM , SP/SP), a 21.050
5º) 105 - V.Faria/R.Guerra (MB , SP/SP), a 21.743
6º) 20 - F.Ebrahim/W.Ebrahim (AU , PR/PR), a 22.030
7º) 1 - V.Brito/Constatino Jr (BM , PA/SP), a 35.543
8º) 61 - F.Croce/D.Croce (CO , SP/SP), a 1:21.318
9º) 46 - C.Kray/A.Toso (LA , RS/RS), a 2 voltas
10º) 3 - R.Derani/C.Ricci (FE , SP/RS), a 3 voltas
11º) 15 - F.Tozzo/R.Mascarello (FE , SC/MT), a 17 voltas

Melhor Volta: M.Hahn/A.Khodair, 1:24.821 (148,71 km/h)

Classificação do Campeonato - GT3
1 - Duda Rosa/Cleber Faria - Mercedes-Benz SLS AMG; 163 pontos;
2 - Cacá Bueno/Cláudio Dahruj - BMW Z4 GT3 - 148;
3 - Allam Khodair/Marcelo Hahn - Lamborghini LP600+ - 144;
4 - Renan Guerra/Vanuê Faria - Mercedes-Benz SLS AMG - 130;
5 - Sérgio Jimenez/Paulo Bonifácio - Mercedes SLS AMG - 127;
6 - Wagner Ebrahim/Fábio Ebrahim - Audi R8 LMS - 117;
7 - Cláudio Ricci/Rafael Derani - Ferrari 458 - 112;
8 - Valdeno Brito/Constantino Júnior - BMW Z4 GT3 - 103;
9 - Andersom Toso/Carlos Kray - Lamborghini LP520 - 66;
10 - Felipe Tozzo/Raijan Mascarelo - Ferrari F430 - 62;
11 - Ronaldo Kastropil - Lamborghini LP600; 47;
12 - Cristiano Almeida/Pierre Ventura - Lamborghini LP520 - 43;
13 - Fernando Poeta - Lamborghini LP560 - 37;
14 - Fernando Croce/Fernando G. Croce - Corvette Z06R - 35;
14 - Roger Sandoval - Lamborghini LP560 - 35;
16 - Henrique Assunção - Lamborghini LP 600+; 33;
17 - Guilherme Figueiroa/Júlio Campos - Lamborghini LP600 - 28;
18 - Felipe Roso/Vinícius Roso - Ferrari F430 - 21;
19 - Ramon Matias - Dodge Viper Competition Coupé - 20;
20 - Alexandre Buneder - Lamborghini LP560 - 17;
21 - Bruno Garfinkel - Lamborghini LP600 - 16;
22 - Popó Bueno/Marcelo Franco - Ford GT - 11;
22 - Walter Derani - Ferrari F430 - 11;
24 - Fernando Fortes - Dogde Viper Competition Coupé - 10
25 - Renato Cattalini - Dodge Viper Competition Coupé - 9;
26 - Lorenzo Varassin - Dodge Viper Competition Coupé - 8;
 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias