Livre, Ricciardo não tem pressa para negociar futuro

compartilhar
comentários
Livre, Ricciardo não tem pressa para negociar futuro
Por: Lawrence Barretto
Traduzido por: Gabriel Lima
7 de nov de 2017 13:39

Sem comprometimento com a Red Bull, australiano diz querer esperar até o ano que vem para decidir destino em 2019

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13, Lance Stroll, Williams FW40
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing

Com Max Verstappen recentemente estendendo seu contrato com a Red Bull até o final de 2020, Daniel Ricciardo diz querer esperar mais para definir o que fará em 2019. O piloto tem acordo com a Red Bull apenas até o final do próximo ano, e estará pela primeira vez desimpedido para decidir seu futuro sem a marca dos energéticos por trás.

"Não vou mudar minha estrutura de gerenciamento", disse Ricciardo. "Eu nunca tive uma grande equipe à minha volta. Eu tenho meu advogado que me ajuda com essas coisas.”

"Estou fora de contrato no ano que vem e tenho algumas cartas pelo menos. Não acho que eu preciso apressar isso, mas se Christian Horner e Helmut Marko expressarem interesse em querer me manter, então é bom ouvir.”

"É melhor do que dizer ‘mal podemos esperar para Ricciardo sair."

"É a primeira vez que estamos nesta posição, então eu quero aproveitar ao máximo. Eu ainda quero fazer isso de forma respeitosa. Eu vou estar aberto em discussões com eles e não guardarei nenhum segredo.”

"Obviamente, eu tenho o poder de negociar valores também, mas a primeira coisa que quero é performance. Eu ainda sou definitivamente competitivo o suficiente para perseguir o carro mais rápido e não só dinheiro."

Horner diz que está preparado para aguardar até o início de 2018 para Ricciardo decidir seu futuro na F1. No entanto, ele sabe que, como Ricciardo está livre, a Red Bull não pode impedir que ele assine com uma equipe rival na F1.

Ricciardo disse que um fator em seu processo de tomada de decisão é a qualidade de seu companheiro de equipe.

Ele diz que gostaria de desafiar Lewis Hamilton no mesmo carro, enquanto o quatro vezes campeão mundial ainda está no seu auge, e também seu ex-companheiro de equipe na Red Bull, Sebastian Vettel, que fica na Ferrari até o final de 2020.

"Não só me medir, mas acho que pode ser uma oportunidade de continuar aprendendo", disse ele.

"Nós veremos. Seria legal, mas veremos o que acontece. Não será o fator decisivo, mas seria um desafio."

Próxima Fórmula 1 matéria
Rosberg: reclamações de Hamilton são “como elogio”

Previous article

Rosberg: reclamações de Hamilton são “como elogio”

Next article

Chefe nega que Liberty queira padronizar a Fórmula 1

Chefe nega que Liberty queira padronizar a Fórmula 1
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo Shop Now
Equipes Red Bull Racing Shop Now
Autor Lawrence Barretto
Tipo de matéria Últimas notícias