Lotus anuncia que terá motores Mercedes a partir de 2015

Acordo coloca ponto final à parceria de 20 anos do time de Enstone com os franceses da Renault

A Lotus confirmou que usará os motores Mercedes a partir da próxima temporada, encerrando uma longa parceria do time de Enstone com a Renault. Assim, a equipe vai substituir a McLaren, que será parceira da Honda de 2015 em diante, entre as quatro equipes que utilizam os propulsores alemães.

[publicidade] O tempo de contrato não foi especificado, mas é de “longo prazo”. Além da Lotus e da própria equipe de fábrica da Mercedes, Williams e Force India usarão os motores, que demonstraram ser os mais fortes nesta primeira temporada dos V6 turbo híbridos.

O acordo significa também que a Lotus também usará o combustível da Petronas, deixando para trás o acordo com a francesa Total. As caixas de câmbio, contudo, continuarão sendo desenhadas em Enstone.

“Nossa intenção é voltar à ponta do pelotão, com a meta de vencer GPs e nos tornarmos um forte candidato ao título mais uma vez e vemos esse novo acordo como um passo a mais nessa direção”, salientou o CEO da Lotus, Matthew Carter.

“Também gostaríamos de agradecer a Renault, que teve uma associação tão próxima com a equipe em sua história, pelo sucesso conjunto que atingimos.”

O anúncio coloca fim a uma parceria de duas décadas com os franceses, que chegaram a ter o controle total do time entre 2002 e 2010, conquistando dois títulos mundiais, com Fernando Alonso.

A atual temporada, contudo, tem sido bastante decepcionante, com apenas 8 pontos marcados e a oitava posição no campeonato de construtores.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias