Lotus confirma a renovação do contrato com a Renault

Time inglês, que usa os motores franceses desde 2001, não divulgou por quantos anos o compromisso foi estendido

A Lotus confirmou a renovação do contrato de fornecimento de motores com a Renault, mas não revelou sua extensão. A equipe, que já foi de propriedade da fábrica francesa, usa seus motores desde 2001. Quando ainda era chamado Benetton, o time também utilizou os propulsores da Renault de 1995 a 1997, em uma parceria que deu o segundo título a Michael Schumacher.

O presidente da Renault Sport F1, Jean-Michel Jaliner, destacou a proximidade da parceria com o time de Enstone. “Estamos felizes em ver nossa parceria oficialmente confirmada ao colocar o E22 na pista para seu primeiro teste oficial. A relação entre Viry e Enstone se fortaleceu nos últimos anos. Isso é bem ilustrado pela colaboração no carro de 2014, tecnicamente mais complexo que os anteriores.”

Durante as 17 temporadas de parceria entre a equipe e a montadora, foram conquistadas 34 vitórias e 26 poles, além dos três títulos – um de Schumacher e dois com Fernando Alonso em 2005 e 2006, quando o time era de propriedade dos franceses.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias