Lotus desiste do DRS duplo e foca em novos updates na Coreia

Equipe vai testar escapamento com mesmo conceito da Sauber em circuito no qual ambos os pilotos são estreantes

Confirmando que o DRS duplo só será novamente avaliado no teste de Abu Dhabi, em novembro, a Lotus se diz “cuidadosamente otimista” com o extenso pacote de mudanças que levará ao GP da Coreia, no próximo final de semana, que incluem o sistema de uso de gases do escapamento semelhante ao da Sauber.

O chefe da equipe, Eric Boullier, lembra que o exemplo do DRS duplo, testado pela equipe desde julho, mostra que nenhuma peça levada à pista é garantia de sucesso. “Todas as vezes que se leva novas peças espera que elas funcionam como previsto. Os upgrades que levamos à Coreia serão um grande passo, mas é claro que é sempre difícil encontrar o acerto correto quando você está avaliando novas peças. O que aconteceu com nosso DRS duplo mostra que você não pode contar com uma novidade antes de medi-la na pista”, admitiu.

Em relação aos pilotos, a Lotus tem dois estreantes no circuito de Yeongam. Ao menos Kimi Raikkonen garante que aprende rápido. “Nunca estive na Coreia, mas isso não faz diferença para mim. Desde muito jovem tenho facilidade de aprender rapidamente novos circuitos. Isso não mudou. Tomara que tenhamos um clima normal e que não perdemos tempo na sessão de sexta-feira por chuva ou problemas técnicos”.

Já Romain Grosjean destacou o fato de ir para um país em que a F-1 ainda não é um esporte com muita visibilidade. Afinal, o GP coreano é disputado desde 2010. “A pista parece ser um desafio e será ótimo correr na frente de novos fãs da F-1. Acabamos de sair do Japão, onde os torcedores são muito entusiasmados. Eles me deram uma bandeira assinada e isso foi muito legal. Na Coreia, a F-1 é novidade, então será fascinante ver o esporte crescer”.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Coreia
Pilotos Kimi Raikkonen , Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias