Lotus minimiza crise e diz que está igual "80% do grid"

Gerard Lopez revela que hoje em dia é muito difícil conseguir investimento e patrocínio para equipes de F1

Em meio a notícias de que seu time pode até fechar e não disputar o campeonato de 2014, o dono da Lotus Gerard Lopez minimizou os rumores e disse que 80% do grid da F1 estão na mesma situação da equipe de Enstone.

“Para 80% dos times, a situação financeira não é melhor do que a nossa. Se metade dessas equipes disserem que estão deixando a Fórmula Um, isto ocasionaria um  colapso do campeonato”, argumentou ao site russo f1news.ru.

Segundo Lopez, é muito difícil hoje em dia conseguir patrocinadores para investir numa equipe da categoria. E os gastos são muito grandes. “Eu posso me reunir com potenciais investidores e dizer: 'Eu quero vender milhões de carros movidos a energia renovável e tecnologia híbrida' e eles me dizem: 'Uau! Vamos ver o que podemos fazer!’ Mas se eu disser que eu quero dinheiro para F1, para participar de um dos maiores eventos esportivos do mundo, a resposta não será a mesma”, acrescentou Lopez.

A Lotus foi uma das melhores equipes em 2013, terminando no quarto lugar no mundial de construtores. Mesmo assim, não conseguiu pagar funcionários e pilotos e perdeu Kimi Raikkonen para Ferrari. Caso alinhe no grid em 2014, terá Pastor Maldonado e Romain Grosjean como pilotos.
 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias