Lowe descarta mudanças radicais na Williams em 2018

No primeiro projeto do time sob sua total supervisão, Lowe diz que objetivo é fazer as evoluções “na direção correta”

Diretor técnico da Williams, Paddy Lowe descarta realizar mudanças radicais no projeto da equipe para a temporada de 2018 da F1.

O próximo carro do time, o FW41, será o primeiro desenvolvido inteiramente sob a supervisão de Lowe. Nos últimos anos, a Williams enfrentou dificuldades com a criação e desenvolvimento de seu projeto – e isso ficou evidente em 2017, quando o time decaiu em relação ao começo da campanha por não conseguir evoluir seu carro como gostaria.

Contudo, Lowe descartou a possibilidade de alterar de forma dramática a abordagem do time para a nova temporada. “Não há nada radical a ser feito. Não é o meu estilo chegar lá e criar uma revolução, porque não acho que seja necessário ou efetivo”, disse, em entrevista à revista americana Racer.

“O que temos, na verdade, é uma boa equipe. Trata-se de melhorá-la e evoluir na direção correta, fortalecendo aquilo que precisa ser fortalecido, com o foco e a prioridade nas coisas que importam.”

Quando questionado sobre detalhes, continuou: “Acho que o importante é focar no projeto em si, no carro para 2018. Mas, no meio disso, está o desenvolvimento da organização em si e de suas capacidades”, completou.

A Williams, quinta colocada no Mundial de Construtores do ano passado, terá a dupla mais jovem do grid para 2018: Lance Stroll e o estreante russo Sergey Sirotkin. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias