Lowe: Massa foi uma grande referência para Williams

Diretor técnico do time destaca momentos em que brasileiro ajudou no desenvolvimento de Lance Stroll

Felipe Massa saiu de sua aposentadoria para correr pela Williams em 2017, após Valtteri Bottas substituir Nico Rosberg na Mercedes, quando o alemão decidiu se aposentar.

O brasileiro marcou 43 pontos para a equipe e esteve perto da vitória no GP do Azerbaijão antes de sofrer um problema técnico.

Paddy Lowe disse que Massa foi consistente ao longo do ano o que, por sua vez, significava que o novato, Lance Stroll, sempre tinha uma referência sólida para avaliar sua performance.

"Ele foi uma ótima referência para isso [desempenho do carro]", disse Lowe ao Motorsport.com. "Você sempre precisa de uma boa referência em algum lugar da garagem.”

"Às vezes, você nem sempre consegue de um lado, você procura isso por um ou outro com dois pilotos.”

"Mas Felipe forneceu essa referência em todas as corridas e realmente foi muito valiosa.”

"Não houve dias em que ele não foi capaz de dar uma referência para Lance e acho que isso também é bastante notável."

Massa estava em disputa para manter seu lugar para uma quinta temporada na Williams, mas essencialmente se descartou porque pediu uma decisão antes do GP do Brasil, algo que a equipe não conseguiu se comprometer.

"A seleção dos pilotos é um processo muito complicado e existem muitos fatores diferentes que estamos levando em consideração", disse Lowe.

"Felipe precisava de uma decisão antes do Brasil, e não conseguimos. Ele ainda estava correndo e era um candidato forte, mas não conseguimos assumir esse compromisso nesse ponto.”

"Então, concordamos que ele se retirasse da equipe."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Massa
Equipes Williams
Tipo de artigo Últimas notícias