Lowe: Stroll sofreu falta de potência no motor no Brasil

compartilhar
comentários
Lowe: Stroll sofreu falta de potência no motor no Brasil
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
16 de nov de 2017 12:03

Diretor técnico da Williams explica que canadense precisou usar especificação antiga em Interlagos após problema no treino, o que impediu seu progresso

Lance Stroll, Williams FW40
Lance Stroll, Williams
Lance Stroll, Williams FW40
Lance Stroll, Williams FW40, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13
Lance Stroll, Williams FW40
Lance Stroll, Williams FW40, Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso STR12
Lance Stroll, Williams FW40, Marcus Ericsson, Sauber C36, Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso STR12

A equipe Williams revelou que Lance Stroll foi atrapalhado no GP do Brasil por uma falta de potência em seu motor após ter sido obrigado a utilizar uma especificação anterior.

As dificuldades de Stroll em Interlagos, que terminou em último no Brasil, enquanto que Felipe Massa foi sétimo, proporcionou críticas de várias partes.

Contudo, o diretor técnico da Williams, Paddy Lowe, insistiu que Stroll teve poucas chances de fazer algo melhor, já que ele teve falta de potência no motor por ter sido obrigado a usar uma versão anterior.

“A história de Lance neste fim de semana não é boa e não é culpa sua. Ele teve uma falha de câmbio no terceiro treino livre, o que foi causada por um problema na calibragem eletrônica. Durante este processo, em alta velocidade, ele selecionava marchas baixas e fazia o motor girar a mais de 18 mil rpm. Então, o motor quebrou”, disse.

“Era o motor número quatro [o mais atualizado], então tivemos que colocar o motor número três, e é, provavelmente, aquele que ele usará até o fim do ano.”

“Isso significa que Lance ficou em desvantagem, sem uma grande classificação e também com baixa performance.”

O principal problema com o uso da especificação anterior é que não há mais margem para que Stroll use modos para ajudar em ultrapassagens.

“Depois de ficar parado na largada, o que foi uma infelicidade, o maior golpe para Lance foi ter ficado preso atrás de Grosjean por tempo demais, o que o fez perder terreno para Gasly.”

“E, sem o modo de motor que faltava – já que, na prática, consumimos muito desse motor que não deveria ter sido usado novamente – isso tornou as ultrapassagens muito difíceis.”

“Ele, então, deixou um pneu quadrado em uma tentativa desesperada de passar Grosjean e isso arruinou ainda mais sua corrida. É um dos fins de semana que tenho certeza de que Lance tentará esquecer. Mas nada foi iniciado por algo que tenha a ver com sua própria pilotagem.”

Lowe afirmou que a Williams chegou a cogitar colocar um quinto motor para Stroll para a corrida, mas decidiu que o custo extra de fazer isso não valeria a pena considerando os benefícios que isso traria.

Próxima Fórmula 1 matéria
Por ultrapassagens, Melbourne considera mudança de traçado

Previous article

Por ultrapassagens, Melbourne considera mudança de traçado

Next article

Domínio no Brasil faz Vettel superar Senna em estatística

Domínio no Brasil faz Vettel superar Senna em estatística
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lance Stroll Shop Now
Equipes Williams
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias