Magnussen diz não ter visto Ricciardo antes do toque

compartilhar
comentários
Magnussen diz não ter visto Ricciardo antes do toque
Charles Bradley
Por: Charles Bradley
Traduzido por: Daniel Betting
12 de nov de 2017 21:10

Comissários do GP do Brasil consideraram colisão tripla na curva 2 de Interlagos, que tirou Magnussen e Vandoorne da prova, como um incidente de corrida

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13 and Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32 collide at the start of
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13 and Stoffel Vandoorne, M
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13 and Stoffel Vandoorne, M
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13 and Stoffel Vandoorne, M
Marcus Ericsson, Sauber C36 and Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13 battle
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing on the drivers parade

O acidente ocorreu quando três carros se tocaram simultaneamente na segunda curva da corrida. O McLaren de Stoffel Vandoorne foi prensado entre os Haas de Kevin Magnussen e o Red Bull de Daniel Ricciardo, em contato que quebrou os braços de suspensão do Haas e McLaren.

Ricciardo, entretanto, rodou e surpreendentemente escapou com um pneu furado e se beneficiou de um pit stop com o carro de segurança, o que permitiu que ele recomeçasse na parte de trás do grid até chegar em sexto.

"Do meu lado, estávamos de três a três na curva", disse Magnussen. "Houve contato com Vandoorne que então teve contato com Ricciardo. Eu quebrei minha suspensão dianteira”.

"Se eu tivesse percebido antes que Ricciardo estava no lado de fora de Vandoorne, talvez eu tivesse dado mais espaço, mas quando eu vi Ricciardo era muito tarde. Eu já tinha carregado na velocidade".

Ricciardo acrescentou: "Na curva 2, eu sabia que seria apertado, mas pensei que seria uma boa chance para ultrapassar um monte de carros, então tentei a parte de fora - eu estava segurando, segurando, e então senti um golpe”.

"Obviamente, eu estava preocupado com o fato de ter danos, acho que o pneu teve um corte, então entrei no box para trocar".

Vandoorne lamentou sua saída antecipada depois de fazer uma boa largada: "Eu tive um lançamento muito bom, quase direto após a Force India e o Haas. Foi muito apertado com Esteban [Ocon] e com Romain [Grosjean], quase evitando um acidente lá. Tivemos uma boa primeira curva e depois nos tocamos”.

"Infelizmente, fiquei apertado na curva 2. Nós estávamos no meio de um sanduíche e não havia para onde ir. Eu era apenas um passageiro. Tivemos contato e esse foi um final infeliz para nossa corrida".

Próxima Fórmula 1 matéria