Magnussen diz que McLaren tinha lhe prometido lugar em 2015

Dinamarquês demitido por e-mail pela equipe inglesa neste ano no dia do aniversário relembra fim de 2014: “fui mal nas duas últimas”

Fora da McLaren após o time ter preferido o belga Stoffel Vandoorne, campeão de GP2, como reserva para 2016, Kevin Magnussen ainda não sabe o que fará no ano que vem. Ele foi demitido pela equipe de Woking em outubro deste ano após ter sido substituído por Fernando Alonso.

Segundo Kevin, o time havia garantido que ele seria mantido para 2015.

“Me falaram que o lugar era meu. Que eu não precisaria me preocupar”, disse Kevin Magnussen ao Ekstra Bladet.

“Não me lembro exatamente quando foi dito, mas foi no final da temporada.”

Segundo Magnussen, Jenson Button sairia da equipe. No entanto, com a chegada de Alonso, o britânico foi mantido.

“Eu poderia ter feito tudo melhor, mas se eu pudesse voltar e fazer tudo de novo, eu faria algumas coisas de forma diferente nas duas últimas corridas. Elas foram as duas únicas corridas ruins que fiz. Foi uma pena que eram as duas últimas, estava muito sob pressão.”

“Tive algumas escolhas estúpidas com o acerto e a estratégia, o que significou que perdi muito. Eu queria vencê-lo (Button), e o calendário mostra: eu estava mais rápido.”

“Mas comecei mal as provas, escorreguei muito nos pneus e me encaixei mal sobre eles.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kevin Magnussen
Tipo de artigo Últimas notícias