“Magnussen foi 100% inocente”, afirma chefe da McLaren em acidente com Massa

Depois de boa recuperação até o nono lugar, Eric Boullier felicita estreante: “Está começando a entregar seu melhor”

Um dos destaques do GP da Alemanha aconteceu logo na primeira curva da prova. Kevin Magnussen foi fechado por Felipe Massa, que não havia lhe visto por dentro. O brasileiro acabou capotando e o dinamarquês rodou. Segundo o chefe de equipe da McLaren, Eric Boullier, ficou claro que o piloto do carro 20 não teve culpa.

"O relatório dos comissários fez referência à condução de Felipe, nada mais", disse Boullier.

"Houve uma investigação de uma conduta de pilotagem, e eles decidiram não impor nenhuma penalidade ao Felipe, que é onde ele se apoia. Mas o relatório deixa claro que Kevin foi de 100% inocente, com certeza."

Boullier afirmou também que ficou satisfeito com a forma como Magnussen e o companheiro de equipe, Jenson Button, estão dirigindo no momento. O dinamarquês se recuperou do incidente e terminou em nono em Hockenheim.

"Até agora estou 100% feliz com os dois pilotos. Jenson é claramente parte da família, ele é rápido e ajuda a equipe a chegar onde queremos ir. Com Kevin, como parte do processo de aprendizagem, ele respeitou todos os testes que precisamos dele, e está começando a entregar claramente seu melhor em termos de desempenho e em termos de resultado. Até agora estou 100% feliz."
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias