Magnussen pede chance como titular e elogia a Haas

Depois de ter sido titular em 2014, dinamarquês passou a temporada deste ano como reserva de Button e Alonso na McLaren

Kevin Magnussen afirmou estar determinado para garantir um cockpit na próxima temporada da Fórmula 1. Em 2015, o jovem dinamarquês perdeu o duelo para Jenson Button para ser o parceiro de Fernando Alonso na McLaren.

O piloto de 22 anos, que seguiu na McLaren como piloto reserva,disse que adquiriu ainda mais experiência e conhecimento para fazer um bom trabalho quando receber uma nova oportunidade.

“Tenho muita experiência que pode beneficiar qualquer equipe. Corri por um ano na F1 e trabalho na McLaren há seis anos, sendo três deles profissionalmente na F1”, disse Magnussen ao Motorsport.com.

Magnussen segue com o futuro indefinido. O dinamarquês pode assumir a vaga de Button, caso a McLaren decida não manter o campeão mundial de 2009. Outra possibilidade é a nova equipe Haas.

“Sou piloto e quero correr na F1. Tive uma boa experiência na McLaren desde que comecei e aprendi muito, além de ser muito grato pelo que fizeram comigo.”

“Seria ótimo correr aqui, mas eles têm dois campeões mundiais e ambos estão fazendo um bom trabalho. Você pode ver o quão perto eles andam nas corridas e nas classificações.”

“Se não tiver lugar aqui, então quero correr. Há interesse de outras equipes que me procuraram, isso mostra que eu posso estar no grid em outro lugar.”

“Não posso citar as equipes que me procuraram, mas a Haas parece ter um projeto interessante e algo que pode ser bom para o futuro.”

A falta de testes durante a temporada evitou que Magnussen tenha tido a chance de mostrar as suas qualidades ao volante, mas ele diz que os seus esforços são recompensados nos bastidores.

“Tento ajudar os pilotos e a equipe da melhor maneira possível. Claro que não posso fazer milagre e resolver tudo, porém posso ajudar e oferecer mais informações do ponto de vista do piloto.”

“Por exemplo, os pilotos estão ocupados e eles precisam tomar decisões importantes sobre o acerto, portanto eles nem sempre têm tempo para analisar os vídeos on-board de outros carros do grid.”

“Posso ir mais fundo e analisar. Tenho todo tempo do mundo! Acho que isso tem sido útil para engenheiros e pilotos.”

Em sua temporada de estreia em 2014, Magnussen somou 55 pontos e subiu ao pódio em uma oportunidade.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kevin Magnussen
Equipes McLaren , Haas F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias