Magnussen perde ação judicial para seu ex-agente

compartilhar
comentários
Magnussen perde ação judicial para seu ex-agente
24 de ago de 2018 20:48

Piloto da Haas Kevin Magnussen perdeu processo judicial movido por seu ex-agente, que agora deve receber 20% de seus ganhos até 2021

Um juiz da Dinamarca determinou que o ex-agente de Kevin Magnussen, Dorte Riis Madsen, deve receber 20% da renda do piloto da Haas entre 1º de setembro de 2015 e 30 de junho de 2021.

Magnussen descreveu a situação como "um pouco confusa" após os treinos desta sexta-feira para o GP da Bélgica, no dia seguinte ao da sentença.

Embora se pense que o contrato entre Haas e Magnussen vale mais de 1 milhão de libras, ele recebe uma parte modesta disso e essa quantia será paga a Madsen.

A decisão do juiz pode ser contestada por Madsen, mas, por enquanto, encerra uma saga complicada para Magnussen, que vem se arrastando há vários anos.

Magnussen e Madsen começaram a trabalhar juntos há dez anos, e eles assinaram um novo contrato quando o piloto completou 18 anos em 2011, que lhe concedeu 20% de sua renda e que deveria ser entregue até julho de 2021.

Leia também:

Mas em 2010, o Magnussen ganhou apoio do bilionário dinamarquês Anders Holch Povlsen. Eles formaram a Racingselskabet juntos, uma empresa com Povlsen detendo 51% e Magnussen 49%, com a Magnussen e Madsen então contratados pela empresa como piloto e gerente.

Todos os contratos subsequentes foram feitos através da Racingselskabet, com Magnussen pagando um salário e Povlsen sendo gradualmente reembolsado por seu investimento de vários milhões de libras em Magnussen.

Madsen também recebeu um corte, mas não 20%, como no contrato original, devido ao envolvimento de Povlsen como investidor em Magnussen.

Magnussen e Madsen romperam no final de 2014.

De acordo com o jornal dinamarquês Ekstra Bladet, Magnussen disse ao tribunal no início deste ano que estava "frustrado" com a perda de sua vaga na McLaren e "não tínhamos o Plano B”, então decidiram encerrar sua cooperação.

A empresa continuou a pagar seu salário - cerca de 74 mil libras - até o verão de 2016, mas depois parou, então Madsen decidiu tomar medidas legais para reivindicar os 20% que achava que era devida do contrato original.

Embora ela receba isso, vai acabar sendo uma soma reduzida e é menor do que o esperado originalmente por Madsen.

Perguntado quem ganhou, Magnussen disse: "Ninguém mesmo. Eu não sinto como se alguém tivesse vencido."

Ao lado disso, Magnussen tomou sua própria ação contra seu ex-advogado, Kristian Paaschburg.

Ele alegou que Paaschburg não protegeu seus interesses bem o suficiente ao produzir o contrato entre Magnussen e Madsen.

O juiz decidiu que Paaschburg precisava assumir alguma responsabilidade, mas como o contrato original foi feito em 2011, muito tempo se passou para entrar com ação.

Isso significa que Magnussen também perde esse caso e tem que cobrir os custos legais relevantes em ambos.

Próxima Fórmula 1 matéria
VÍDEO: Chefe da Red Bull explica escolha por Gasly

Previous article

VÍDEO: Chefe da Red Bull explica escolha por Gasly

Next article

Hamilton: "Alonso é o melhor piloto contra quem corri"

Hamilton: "Alonso é o melhor piloto contra quem corri"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Kevin Magnussen
Equipes Haas F1 Team
Tipo de matéria Últimas notícias