Magnussen promete não mudar abordagem agressiva

Dinamarquês não tem dúvidas sobre estilo e diz que enquanto os comissários da FIA estiverem felizes, ele não mudará

Kevin Magnussen esteve envolvido em vários incidentes com outros pilotos neste ano. O mais recentemente deles foi na Malásia, quando Fernando Alonso se queixou dele no rádio.

No entanto, o dinamarquês insiste que ele está apenas competindo e que não se importa com a opinião de ninguém, exceto a dos comissários.

"Acho que todo mundo está dando tudo, tentando dificultar o máximo possível de um para o outro. O que importa para mim é o que os comissários pensam."

"Sei que estou jogando duro e essa é a minha intenção. Se está bom para os comissários, está tudo bem."

Magnussen acrescentou que sua equipe apoia plenamente seu estilo e ele não se sente sob pressão para evitar erros, e isso, por sua vez, o deixa menos propenso a cometê-los.

"Eu tenho apoio da equipe, e isso faz com que você se sinta bem e livre para correr. Sinto que é mais fácil. Obviamente você também possui mais experiência."

"Acho que é mais fácil dar tudo o que você tem se você souber que tem o apoio da equipe, e quando você não sente que não pode cometer erros. É mais fácil não cometer erros e ter um bom desempenho."

Magnussen diz que tem que lutar mais do que os pilotos da frente do grid, que potencialmente têm mais a perder.

"Se você está lutando pelo título, então talvez você não queira brigar tão duramente, quer ser um pouco mais seguro e jogar com o campeonato", disse ele.

"Em termos de nossa posição, precisamos ir para todas as corridas dando o máximo e tentando conseguir um ou dois ou seis pontos."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kevin Magnussen
Equipes Haas F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias