Magnussen se vê longe dos treinos livres e mira volta por cima na F1

Rebaixado na McLaren após chegada de Alonso, jovem de 22 anos confirma no Twitter que ficará no pit-wall em 2015

Kevin Magnussen informou que, após perder espaço com a contratação de Fernando Alonso, não deve mais participar de todas as sessões da McLaren em 2015. Questionado por uma fã no Twitter sobre seu futuro, o dinamarquês de 22 anos, agora como piloto reserva e de testes, garantiu que acompanhará a Fórmula 1 do pit-wall, ao lado de engenheiros e estrategistas. A tendência é que atue mais no simulador da equipe. 
 
Em dezembro, a McLaren definiu que seus titulares para a temporada seriam Fernando Alonso e Jenson Button, dupla que soma 500 GPs e três títulos mundiais. "A política da McLaren sempre foi reunir o time mais forte possível. Com Fernando e Jenson, acreditamos firmemente que é isso que temos", afirmou Ron Dennis, presidente da escuderia britânica. 
 
Mesmo preterido por Ron Dennis, o dinamarquês, através de mensagens otimistas no Twitter, diz que ainda terá grandes oportunidades na categoria. 
 
Magnussen finalizou seu ano de estreia na Fórmula 1, considerado irregular por alguns membros da McLaren, com 55 pontos. Seu melhor resultado em 2014 foi o segundo lugar no GP de Melbourne. 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias