Magnussen: Ultrapassagens na F1 são dependentes de circuitos

Piloto dinamarquês da Haas diz que críticas de poucas ultrapassagens na Austrália se devem à natureza do circuito

Com menos de dez ultrapassagens sendo realizadas durante o GP da Austrália, prova inaugural da Fórmula 1 em 2018, muitas críticas foram feitas ao campeonato. No entanto, Kevin Magnussen diz que as dificuldades em Melbourne não devem dar o tom da temporada.

O piloto dinamarquês sente que o problema se deve puramente aos circuitos. A pista de Melbourne é considerada o segundo circuito mais complicado de passar na temporada, apenas atrás de Mônaco.

Por isso, Kevin acredita que o problema não ocorrerá no Circuito Internacional de Sakhir no próximo final de semana, devido às características da pista com retas maiores e zonas de frenagens mais duras.

"Bahrein é um circuito muito melhor para ultrapassar do que a Austrália", disse Magnussen.

"Eu não acho que teremos tantos comentários negativos sobre uma corrida chata no Bahrein, porque o layout da pista é muito melhor para corridas e ultrapassagens. Tenho certeza de que veremos um GP emocionante”

“Eu ainda prefiro não ter tantas áreas de escape. Isso significa ser mais desafiado e que a janela para o erro é mais estreita. Bahrein é um circuito desafiador. Há boas oportunidades para ultrapassagens e corridas próximas.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kevin Magnussen
Tipo de artigo Últimas notícias