Mais lento nos treinos, Rosberg promete reação na classificação

Alemão lembra que diferença na sexta-feira em relação a Hamilton não é novidade, mas reclama do carro

A diferença de quase quatro décimos em relação ao companheiro Lewis Hamilton nos treinos livres para o GP da Áustria não preocupa Nico Rosberg para o restante do final de semana. Mas o alemão reconhece que ele está longe de se sentir confortável em sua Mercedes.

“É uma pista nova, então andamos bastante no treino. Ainda há várias coisas que não estão ótimas no carro, ele está movendo muito nas freadas, está difícil de pilotar. Então ainda temos muito trabalho adiante”, afirmou o segundo colocado do dia. “Não há muita aderência na pista, isso está um pouco estranho.”

Sobre a supremacia de Hamilton, Rosberg lembrou que “isso já aconteceu antes e, quando chegou na classificação, eu estava andando no ritmo dele.”

Para a classificação, o alemão espera melhorar o carro. “Mostramos que temos uma vantagem em relação aos demais, ainda que em termos de ritmo de corrida as coisas pareçam mais próximas. Então será importante fazer uma boa classificação e ter uma primeira curva limpa.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias