Maldonado aposta em Claire Williams para tirar time do fundo do grid

Ao contrário do ano passado, quando começou forte, Williams está sofrendo em 2013. Pastor acredita em recuperação

Maldonado conversa com a nova chefe da Williams

Bem diferente do início do ano passado, quando a Williams tinha um carro bastante competitivo, em 2013 a temporada começou bem difícil para o time de Grove. Que ainda não marcou pontos este ano. Para Pastor Maldonado, a nova chefe do time, Claire Williams tem tudo para resolver o problema.

“Claire está preparada para exercer este papel. Não é fácil, pois a Williams vive um momento complicado, com muitos problemas, mas ela nasceu dentro da equipe, conhece muito bem o time e tenho certeza que ela fará todo o possível para que a equipe cresça ano após ano”, disse o piloto ao TotalRace.

O piloto venezuelano admitiu que o time não levou nenhuma novidade para Bahrein e por isso espera mais uma prova difícil. “É um circuito complicado, mas que gosto bastante. Faz muito calor, então é uma pista difícil para os pneus e acredito que a Pirelli agiu certo ao escolher os compostos mais duros, pois na China cinco ou seis voltas já era muito para os compostos mais macios. Creio que os médios ainda serão os compostos mais utilizados na corrida, mas teremos mais flexibilidade aqui e tratermos de usá-los no momento certo. Desde que cheguei aqui choveu um pouco, mas não acho que isto influenciará na corrida. Não temos nada especial para cá, então teremos de dar 100% com o que temos”, analisou.

“Será uma corrida em que a estratégia é muito importante, mas isto será igual para todos”, completou.

O piloto conversou também sobre a política de seu país, que acabou de eleger Nicolas Maduro como o novo presidente, após a morte de Hugo Chávez. “Foi uma eleição um pouco triste devido à morte de Chávez. È um momento difícil para o nosso país e infelizmente não pude estar lá para votar, mas este é o meu trabalho. Espero que a Venezuela se recupere deste momento difícil e agora Maduro tem a responsabilidade de um país sobre sua batuta”, observou Maldonado.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pilotos Pastor Maldonado
Tipo de artigo Últimas notícias