Maldonado diz ao TotalRace que está tranquilo para o próximo ano

Sem marcar pontos desde maio, venezuelano diz em entrevista exclusiva que foca na consistência em corridas

O casal venezuelano pelo paddock da F-1

Em entrevista exclusiva ao TotalRace, o piloto venezuelano da Williams, Pastor Maldonado, comentou, em Cingapura, o que esperar de mais um circuito de rua, o porquê de sua maldição de não marcar mais pontos depois de sua vitória e sobre renovação de contrato para o próximo ano.

Atualmente Pastor está em 15º no campeonato com 29 pontos conquistados, quatro a mais do que o companheiro Bruno Senna, que, mesmo estando atrás, está marcando pontos constantemente durante todo o ano. O venezuelano não pontua desde o GP da Espanha, quinta etapa do ano.

TOTALRACE: Pastor, você pilotou muito bem em Mônaco. É semelhante a Cingapura?
PASTOR MALDONADO: Sim, é bastante semelhante, principalmente com o estilo de acerto que teremos. A pista tem pouca aderência, mas isso vai melhorando durante o fim de semana. Espero que tudo vá bem para a Williams e comigo também.

TOTALRACE: Depois de ganhar em Barcelona, parece que uma espécie de maldição de instaurou. Como trabalha para barrar isso em sua cabeça?
PASTOR MALDONADO: Tivemos sete corridas em que não foi possível estar nos pontos. Em Monza quase voltamos aos pontos, mas saindo de tão atrás foi bem difícil. Aqui temos que buscar largar o mais na frente possível para ter uma prova consistente e limpa.

TOTALRACE: Fala-se muito sobre o mercado de pilotos para o próximo ano. Você está tranquilo?
PASTOR MALDONADO: Sim, estou. Ainda estão faltando algumas corridas e a Williams costuma confirmar seus pilotos no fim do ano, por isso vamos esperar um pouco e continuar concentrados no campeonato. Temos que sair da melhor forma possível.

TOTALRACE: Entre você e Bruno, ambos têm quase o mesmo número de pontos, mas você ganhou uma corrida e ele pontuou em mais corridas que você. O que é mais importante?
PASTOR MALDONADO: As duas coisas são importantes. Tem que ser constante e ganhar quando puder ganhar. Lamentavelmente, Bruno não conseguiu ganhar nada e eu não consegui ser consistente. Vamos ver como será no fim da temporada. Estou sendo rápido nas classificações, mas ainda está faltando algo nas corridas. Algumas vezes errei, tive má sorte, fui penalizado. Estou confiante que agora consigamos marcar bons pontos para crescer neste final de temporada.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Pastor Maldonado
Tipo de artigo Últimas notícias