Maldonado lembra de vitória em 2012 e avisa: “Nossa temporada começa aqui”

Piloto da Lotus confia em “margem para melhorar” da Lotus e da Renault e aposta em trabalho duro neste fim de semana

Com atualizações em seu E22, Pastor Maldonado espera um bom resultado neste final de semana no GP da Espanha. Há dois anos o venezuelano surpreendeu o mundo na pista espanhola, vencendo com o carro da Williams ante aos fãs espanhóis e a Ferrari de Fernando Alonso. Maldonado também lembrou da conquista.

“É uma boa recordação, mas neste ano parecemos um pouco mais longe de obter isso”, falou ao TotalRace.

“Esta pista é muito dura. Fisicamente e mentalmente também. Na pista faz bastante calor. O circuito é duro com o carro também. Acho que naquele final de semana as coisas poderiam dar certo para nós. Eu sabia que tinha uma oportunidade quase que única na minha carreira e não poderia deixá-la escapar. Estava concentrado, bastante tranquilo e tratei de dar o melhor de mim. Ao final chegamos à vitória, uma vitória um tanto especial. Para a Williams foi muito bom. Espero que consiga outra vitória com a Lotus.”

Focado neste fim de semana, Maldonado acredita que o pior já passou quanto a problemas do carro nesta temporada. O piloto também vê dificuldade da Mercedes em evoluir seu carro. “Temos uma grande diferença neste ano, acho que a Mercedes tem uma grande vantagem. Eles já aproveitaram isso muito bem e acho que vão continuar aproveitando. Nessa pista a vantagem pode mudar um pouco, mas acho que ainda têm favoritismo.”

“Temos que ver como as peças novas que trouxemos para cá vão se sair. Estamos conhecendo melhor o carro. Acho que algumas mudanças fizemos para melhor e espero que estejamos brigando por muitos pontos. Acho que esta é uma oportunidade que a Lotus tem de mostrar reação ante aos problemas, a Renault está trabalhando muito duro. Veremos a reação deles quanto ao progresso do motor e na administração de como funciona este sistema tão complexo. Vamos torcer para que seja um fim de semana positivo.”

“É tudo uma incógnita. Vamos ter que esperar e ver quais são as equipes que melhoraram mais. Obviamente a Mercedes tem menos margem para melhorar e uma equipe como a nossa tem mais, pois já tivemos muitos problemas. Já tínhamos melhorado antes da corrida passada, não foi o suficiente, mas é aqui que começa nossa temporada.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias