Manor entra em processo de falência

26,316 visualizações

Empresa que opera equipe de Fórmula 1 entrou em administração judicial, lançando dúvidas sobre futuro da escuderia perto do início da temporada de 2017

Depois da crescente especulação na manhã desta sexta-feira sobre o destino da Manor, funcionários foram convocados para uma reunião na fábrica em Banbury para serem informados de que as buscas por um investidor para salvar a escuderia não deram certo.

A FRP Advisory LLP foi nomeada como administradora da empresa Just Racing Services Ltd, que opera a Manor.

Geoff Rowley, o novo administrador, disse que nenhum dos 212 funcionários foram demitidos, mas admitiu que havia um tempo limitado para tentar encontrar uma solução antes do GP da Austrália.

"A equipe fez progressos significativos sob a sua nova administração desde o início de 2015, mas esta posição permanece necessitando de um significativo investimento", disse em comunicado.

"Durante os últimos meses, a equipe administrativa trabalhou incansavelmente para trazer novos investimentos para o time para garantir seu futuro a longo prazo, mas infelizmente não foi capaz de conseguir isso dentro do tempo disponível."

"Os novos administradores estão atualmente avaliando as opções para o Grupo."

Sobre a possibilidade da Manor estrear no campeonato de 2017, no GP da Austrália em 26 de março, Rowley disse que tudo iria depender de encontrar uma solução rápida com as partes interessadas.

"A participação da equipe dependerá do resultado do processo administrativo e de qualquer negociação com as partes interessadas, no que é uma janela de oportunidade muito limitada", explicou.

"Nenhuma demissão foi feita após a entrada de JRSL na administração e todo o pessoal recebeu salário de dezembro normalmente."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Pascal Wehrlein , Esteban Ocon
Equipes Manor Racing
Tipo de artigo Últimas notícias