Manor ganhou respeito do paddock da F1, crê chefe

Apesar de ter ficado em último no campeonato de 2016, Dave Ryan diz ter mostrado por que time merece estar no mundial

Após Pascal Wehrlein ter marcado um ponto para a Manor no GP da Áustria da última temporada, o time britânico – reestruturado em 2016 após incentivos da Mercedes - mostrou que merece estar no grid da Fórmula 1.

Esta é a opinião do chefe da equipe, Dave Ryan.

"Sejamos francos: precisávamos fazer uma grande melhoria de desempenho e fizemos", disse Ryan ao site da revista Autosport na última corrida da temporada em Abu Dhabi.

"Nós ainda temos que dar o mesmo tipo de passo novamente, mas o que queríamos era ganhar o respeito do pit lane, e isso nós conseguimos. Houve várias vezes neste ano em que realmente merecíamos estar no Q2 em desempenho puro. Conseguimos cinco vezes, mas não foi o suficiente.”

"Nós pertencemos à F1, isso é certo, e se pudermos continuar construindo a equipe, então não há motivo para não melhorarmos."

Ryan acredita que há muito a melhorar e muitas lições a serem aprendidas, mas sente que a equipe está fazendo um bom trabalho com o orçamento que tem.

"Houve muitas lições e este é um grande desafio", disse ele.

"Se você simplesmente olhar para o pit lane e ver os recursos que todo mundo tem, não é fácil. A frustração é que você sabe o que você precisa fazer, mas sabe que vai levar duas ou três temporadas para chegar a esse ponto.”

"Portanto, os orçamentos são obviamente um problema, mas em termos do dinheiro que colocamos na equipe, isso é bastante impressionante.”

"Sabemos que ainda há muito trabalho a fazer."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias