Marchionne: culpar alguém por falhas da Ferrari é "idiotice"

compartilhar
comentários
Marchionne: culpar alguém por falhas da Ferrari é
Por: Lawrence Barretto
Traduzido por: Daniel Betting
23 de out de 2017 21:03

Presidente da Ferrari diz que não se pode responsabilizar Maurizio Arrivabene ou Mattia Binotto pela recente fraca performance da Ferrari

Maurizio Arrivabene, Ferrari Team Principal
Mattia Binotto, Ferrari Chief Technical Officer
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H

Um acidente na primeira volta que acabou com a corrida de Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen em Cingapura, seguido de problemas de motor na Malásia e no Japão, acabaram com as esperanças da Ferrari nos campeonatos de pilotos e construtores.

A Mercedes conquistou o título dos construtores em Austin, enquanto Vettel agora segue Lewis Hamilton por 66 pontos com 75 restantes depois de terminar atrás do piloto da Mercedes no Circuito das Américas.

Quando perguntado se havia uma chance de Arrivabene ser substituído por Binotto após o fracasso da equipe este ano, o presidente da Ferrari, Sergio Marchionne disse: "Não. Tanto Mattia quanto Maurizio estiveram envolvidos nesse processo. Escolher um ou outro é um pouco idiota”.

"Eles estavam ambos na mesa quando a operação estava acontecendo e, tecnicamente, eu também estava envolvido, eu era o presidente”.

"Mas isso não vai resolver o problema. Precisamos ganhar, isso é o mais importante. Eu não acho que seja atribuível a um único cara. Os processos podem não ter ajudado e essas coisas estão sendo abordadas".

Marchionne disse anteriormente que a Ferrari pagou o preço por "ignorar" o controle de qualidade, e a equipe subseqüentemente redigiu em Maria Mendoza da Fiat Chrysler Automobiles para reorganizar seu departamento de controle de qualidade.

Falando a jornalistas, Marchionne insistiu que o movimento não provocaria uma série de mudanças de pessoal e insistiu: "Não creio que precisemos revisar a equipe".

"As coisas que aconteceram nas últimas três corridas da Ásia realmente foram uma coleção dos eventos mais infelizes”, acrescentou.

"Com exceção das falhas técnicas que tivemos, que são conduzidas pela qualidade, todo o resto foi apenas um acaso e aconteceu”.

"A probabilidade desses erros se repetirem é esperançosamente muito pequena. Nós fizemos uma mudança na organização trazendo alguém que tenha experiência no lado da qualidade para tentar e fortalecer nossas habilidades”.

"O resto, acredito que está dentro do caminho em que administramos. Penso que iremos bem, não acho que precisamos revisar o time, não acho que precisamos fazer mudanças. Este time sabe como ganhar e sabe como fazer isso, apenas dê-lhes o espaço".

Próxima Fórmula 1 matéria
Alonso poderá ter mais recente motor Honda para o México

Previous article

Alonso poderá ter mais recente motor Honda para o México

Next article

Kimi diz não saber por que Verstappen foi punido

Kimi diz não saber por que Verstappen foi punido

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP dos Estados Unidos
Sub-evento Domingo
Localização Circuit of the Americas
Autor Lawrence Barretto
Tipo de matéria Últimas notícias