Marchionne: Problemas de confiabilidade nos irritam

Presidente da Ferrari diz que mudanças estão sendo feitas para equipe enfrentar os problemas "feios" que prejudicaram time na Malásia

Sebastian Vettel teve que largar em último em Sepang depois que problemas de motor afetaram seu sábado, enquanto Kimi Raikkonen não conseguiu ocupar seu segundo lugar no grid devido a problemas semelhantes.

A Ferrari identificou falha de um componente relacionado ao sistema de entrada de ar do motor como o problema em ambos os carros. O presidente da Ferrari, Sergio Marchionne, disse que isso foi consequência de uma "equipe jovem" no departamento de motores, e essa ação estava sendo tomada.

"Ontem ambas Ferraris poderiam ter vencido a corrida", disse ele em um evento em Rovereto, na Itália, nesta segunda-feira. "Isso é um fato. Poderia ter sido assim também em Cingapura, esse é outro fato”.

"Também é um fato que temos alguns problemas com nossas unidades de potência porque temos uma equipe jovem, mas também porque a qualidade dos componentes não está no nível certo para um carro da F1”.

"Estamos intervindo e estamos trabalhando nisso. Não tivemos esse problema até o GP da Malásia. Agora estamos trabalhando no departamento de qualidade e fazendo algumas mudanças organizacionais. Ter esse tipo de problema durante a corrida nos irrita”.

"Esse não é um grande problema se esse tipo de coisa aparecer na nossa fábrica, mas é realmente feio quando você está em segundo lugar no grid e não pode começar a corrida".

Vettel conseguiu recuperar o quarto lugar na corrida, mas com Lewis Hamilton terminando em segundo lugar, a diferença entre eles no campeonato mundial agora é de até 34 pontos. Ferrari segue a Mercedes por 118 pontos no campeonato de construtores com cinco GPs restantes.

Reportagem adicional de Giacomo Rauli

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias