Martin Whitmarsh e Jarno Trulli criticam pilotos pagantes na F-1

Ambos se dizem tristes em ver pilotos profissionais perdendo suas vagas para aqueles que "somente" trazem dinheiro

O chefe da equipe McLaren Martin Whitmarsh e o ex-piloto de Fórmula 1 Jarno Trulli criticaram os pilotos pagantes na categoria.

Segundo o Whitmarsh, essas vagas poderiam ser ocupadas por pilotos que realmente mereciam estar ali. "Eu, pessoalmente, fico triste de ver tantos pilotos pagantes. Os números têm subido, mas você, como um premier do automobilismo mundial, sabe que há alguns bons jovens, pilotos profissionais, que não podem entrar por causa disso", criticou.

Já Jarno Trulli, em entrevista ao site "Crash.net", tem um parecer próximo: "Fico triste porque, muitas vezes, bons pilotos não tem patrocínio, e hoje em dia, eles têm pouquíssimas chance de chegar à Fórmula 1. Disse às pessoas no ano passado: 'Esse cara lidera corridas na DTM e provavelmente poderia ser um grande na F-1, mas não tem dinheiro'", disse.

Trulli sofreu na pele isto quando, em 2012, perdeu sua vaga na Lotus/Caterham em detrimento ao dinheiro trazido por Vitaly Petrov.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jarno Trulli
Tipo de artigo Últimas notícias