Massa, 17º, lamenta problema com tráfego e acredita em melhora

Brasileiro, que assim como o companheiro Alonso não deu entrevistas, não foi capaz de usar os pneus macios da melhor forma

Massa espera conseguir tirar mais dos pneus macios

Na estreia do Mundial de Fórmula 1, em Melbourne, na Austrália, a Ferrari não deixou que Felipe Massa falasse com a imprensa. Na ocasião, argumentou que seria assim durante todo o ano, com apenas um membro do time dando entrevistas; na Austrália, no caso, foi Fernando Alonso.

Hoje, em Xangai, o diretor técnico da equipe, Pat Fry, esteve na coletiva de imprensa da FIA. Portanto, ele foi considerado o ferrarista "falante" do dia. Sendo assim, segue o que disse Felipe Massa, 17º tempo do dia, através de comunicado oficial da Ferrari.

"Não podemos definir o dia como sendo fantástico. Pela manhã o asfalto estava um pouco molhado e não andamos como gostaríamos, enquanto que à tarde a pista secou e fizemos o nosso programa normal. Quando estava em minha primeira saída mais longa de pneus macios, Glock saiu da pista na curva 1 e fui forçado a retornar aos boxes de novo."

"Isso significa que fui incapaz de usá-lo no máximo da performance e extrair um tempo melhor de volta. Tenho certeza que teria sido muito mais rápido. Isso me incomoda um pouco porque não usei os pneus macios do jeito que deveria. No fim da sessão, andamos com muito combustível no tanque para melhorar o equilíbrio do carro", finalizou o brasileiro, que marcou 1min38s293.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias