Massa acha "triste" não ter Barrichello nos testes da F-1

Piloto da Ferrari diz que passava muito tempo com o compatriota e deseja sucesso na sequência de sua carreira

Barrichello e Massa

Os primeiros testes de pré-temporada, em Jerez de la Frontera, na Espanha, contaram com várias novidades, entre carros diferentes e rostos pouco conhecidos ao volante. Mas, ao menos para Felipe Massa, a maior diferença foi não contar, pela primeira vez em 10 anos de carreira, com a presença de um velho amigo: Rubens Barrichello.

“É diferente não ter o Rubinho aqui. Agora nem tanto, porque temos tanto trabalho para fazer que ninguém vê ninguém. Mas ele é um amigo, o piloto com quem eu passava mais tempo junto.”

Massa lembra que ambos trocavam figurinhas constantemente nos paddocks da F-1.

“Vou continuar meu trabalho, claro, mas é triste para mim não ter uma pessoa com quem eu falava de tudo, inclusive do lado profissional, com quem eu trocava boas informações. Mas ele continua um grande amigo, mesmo não estando aqui.”

O brasileiro reforçou que deseja o melhor para o seguimento da carreira de Barrichello, que teve sua carreira na F-1 interrompida após 19 anos na categoria.

“Torço muito por seu sucesso em outras categorias. Parece que ele vai correr de Fórmula Indy. Se for o caso, tomara que ele tenha muito sucesso lá e que volte às vitórias.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias