Massa acredita em Ferrari competitiva em no GP da Europa

Semelhança com pista do Canadá, onde ferraristas marcaram o segundo e terceiro melhores tempos na classificação, anima brasileiro

Massa é sexto no campeonato de pilotos, com 32 pontos

 

É fato que a Ferrari não vem somando muitos pontos nas últimas provas. Em Mônaco, foi Felipe Massa que se envolveu em um acidente e acabou fora da corrida. No Canadá, foi a vez de Fernando Alonso ficar de fora pela primeira vez depois de 12 provas.

No entanto, o carro mostrou-se mais adaptado nestes dois circuitos, com ambos os pilotos lutando pelo pódio. Não coincidentemente, tanto em Monte Carlo, quanto em Montreal, dois fatores se repetiram: pouca dependência aerodinâmica e o uso dos pneus mais macios da Pirelli.

Ainda que o GP da Europa marque a estreia do composto médio no campeonato, o que em teoria diminuiria este crescimento do time italiano, Felipe Massa se mostra otimista.

“O bom rendimento do Canadá significa que a gente pode ter um carro competitivo em Valência, porque é um circuito que também tem muitas curvas lentas e freadas fortes, então pode ser que a gente tenha um carro competitivo lá também. Tomara”, espera o brasileiro, que encerrou em Montreal uma sequência negativa de três provas fora dos pontos.

Massa é sexto no campeonato de pilotos, com 32 pontos, uma posição atrás de Fernando Alonso, que soma 69.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Europa
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias