Massa admite: “Teria vontade de continuar por mais um ano”

Pouco depois de anunciar sua aposentadoria da F1, brasileiro detalha como foi sua saída da Williams e prevê ano mais forte para equipe em 2018

Poucos dias após anunciar sua aposentadoria da F1 ao término da temporada de 2017, Felipe Massa admitiu que sua vontade era de continuar por pelo menos mais um ano, pois sabe que a Williams terá condições de vir mais competitiva em 2018.

Massa já vinha expressando seu desejo de permanecer em sua atual equipe, mas acabou por anunciar sua saída após o GP de Abu Dhabi. Mesmo prestes a se aposentar, o brasileiro garante que deixará a categoria ainda em boa forma física e técnica.

“Estou supersatisfeito com o jeito que eu guiei este ano. Poderia estar fazendo um outro campeonato sim, porque eu me diverti bastante este ano. Tive uma conversa com a minha equipe, que sinalizou, já há algum tempo, que a situação financeira é muito difícil, muito complicada. Em uma conversa, disse que queria saber até o GP Brasil se o caminho seria comigo ou não. E a equipe me informou que o caminho seria outro”, detalhou Massa, em entrevista ao programa Bem, Amigos, do canal SporTV.

“Por mais um ano teria [vontade de continuar]. Estou me sentido bem fisicamente, estou guiando bem pelo carro que a gente tem.”

O brasileiro prevê que o próximo carro da Williams, projetado por Paddy Lowe e Dirk de Beer, tem tudo para ser mais competitivo que o atual. “Tenho uma informação dentro da equipe sobre o carro do ano que vem. Não vai ser um carro para ganhar o campeonato, mas pode ter evolução em relação aos dois últimos anos, que não eram carros competitivos. Por isso também tinha a vontade de continuar, quem sabe para ter um carro melhor. Mas isso não vai acontecer”, confirmou.

A Williams ainda não finalizou sua dupla para a temporada de 2018. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias