Massa chega a 290km/h em exibição no Rio e brinca com radares

Piloto, que andou com a Ferrari de 2010 em evento no Aterro do Flamengo, disse que foi pego por excesso de velocidade

Felipe Massa levou um carro de Fórmula 1 de volta ao Rio de Janeiro neste domingo, levando um bom público para o Aterro do Flamengo para ver o piloto a bordo do modelo de 2010 da Ferrari em ação.

Após fazer zerinhos, acenar para o público e acelerar, o brasileiro disse ter gostado do que viu. “Foi incrível. É uma grande alegria estar na cidade maravilhosa, sentir o calor do público. Cada metro lotado de gente, várias bandeiras do Brasil. Estou emocionado. Realizando um sonho. Toda essa força que tive hoje só dá mais energia para o campeonato”, afirmou Massa, que nesta segunda-feira embarca para a primeira prova da temporada da Fórmula 1, na Austrália.

Em um traçado de 2,8 km montado na Avenida Infante Dom Henrique, da Marina da Glória até o fim da Praia do Flamengo, Massa fez duas exibições de aproximadamente 15 minutos para os fãs. O brasileiro acelerou e chegou a quase 300 km/h, bem mais do que a velocidade normalmente permitida nestes locais, que contam com radares de 70 e 90km/h. “Pode ter certeza que pegaram minha velocidade. Cheguei a 290 km/h, mas só não fui mais rápido porque a sétima marcha estava curta e bati no limitador”, brincou.

 

Houve uma exibição de motocross freestyle da equipe de Joaninha e um desfile de 32 carros da Ferrari, de um clube de proprietários.

O evento, porém, não foi só de festa. Quando os carros estavam deixando o circuito montado no Aterro do Flamengo, o motorista de uma das Ferrari de rua perdeu o controle de seu carro e atropelou três pessoas. Ricardo Durans, de 33 anos, sofreu escoriações na cabeça e teve alta depois de ser atendido no Hospital Souza Aguiar, no centro do Rio de Janeiro. Já Mônica Oliveira e Silva, de 38 anos, sofreu fraturas no tornozelo e no calcanhar e será submetida a uma cirurgia. Uma idosa também sofreu leves escoriações, mas recebeu atendimento ainda no local do evento e não precisou ir para o hospital.

O motorista da Ferrari, identificado apenas como Adolfo, foi levado ao 3ª DP do Rio de Janeiro.

O evento foi organizado pela patrocinadora da equipe Ferrari, a Cervejaria Petrópolis, que estampa a marca do energético TNT nos carros da Scuderia. A empresa lamentou o acidente. “O Grupo Petrópolis lamenta o incidente ocorrido após o encerramento do evento do qual foi patrocinador no último domingo. A preocupação principal da empresa é com a segurança e a saúde de todos. O evento teve a presença de milhares de pessoas sem nenhum evento negativo de destaque. Ao final, depois do encerramento, fomos informados que um dos carros participantes se envolveu em um incidente ferindo duas pessoas. Estamos acompanhando todos os acontecimentos e nossa principal preocupação é com a saúde e a integridade física de todos.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias