Massa cobra Williams para Suzuka: “temos de ser competitivos”

Após abandono em Cingapura, piloto espera somar bons pontos no Japão para volta à briga pelo quarto lugar no mundial

O problema de câmbio no GP de Cingapura deixou Felipe Massa com um grande trabalho a se fazer nas próximas provas desta temporada. Ele viu sua quarta posição na classificação se transformar em sexta, após Kimi Raikkonen ter sido terceiro e Valtteri Bottas o quinto.

Além de precisar chegar à frente dos rivais, Massa cobra da Williams um ritmo melhor no Japão do que o apresentado em Marina Bay.

"Suzuka é como Spa: é uma pista histórica, com curvas rápidas, seletiva e com mudanças rápidas de direção. Não é uma pista mais fácil, mas é por isso que os pilotos gostam tanto.”

“Os fãs japoneses são muito dedicados à Fórmula 1 e são muito simpáticos, o que cria uma atmosfera muito acolhedora. O clima pode desempenhar o seu papel e ser muito imprevisível, mas precisamos ter certeza de que seremos competitivos em quaisquer que sejam as condições."

Bottas repetiu o discurso do companheiro Massa e se confessou ansioso para competir pela terceira vez em Suzuka.

“Como pista, é uma das minhas favoritas. Eu realmente gosto de curvas rápidas old-school. O primeiro setor se destaca como o mais divertido. O clima sempre pode desempenhar seu papel, você sempre precisa manter isso em mente. Nós vamos para Suzuka confiantes de que possamos ser competitivos e obtermos um resultado forte."

"Os fãs japoneses são os mais fanáticos no mundo. Eles te apoiam de uma forma única, por isso é sempre um prazer para ir para lá.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pista Suzuka
Pilotos Felipe Massa
Equipes Williams
Tipo de artigo Últimas notícias