Massa diz por que ficou entre duelo de Verstappen e Hamilton

Piloto se justifica após não deixar Verstappen passar no final do GP do Japão enquanto holandês disputava liderança com Hamilton

O fim do GP do Japão do último domingo ficou marcado pela disputa entre Lewis Hamilton e Max Verstappen, que se intensificou quando os dois chegaram em carros retardatários. Nas últimas voltas, os dois se aproximaram de Fernando Alonso e Felipe Massa, que disputavam o décimo posto.

O espanhol demorou para deixar ambos passarem, e o brasileiro acabou deixando apenas Hamilton passar no início da volta e segurou Verstappen por algumas curvas. Depois do GP, Massa se explicou.

"O problema é que eu deixei Lewis passar na reta e depois entramos nos S’s", explicou Massa após a corrida.

"Eu estava atrás de Lewis, e perdia muito por estar perto dele. Então, deixei Max passar após a curva sete. No setor 1, é muito difícil parar o carro. Eu também estava lutando com Fernando (Alonso)".

"Eu entendo que talvez tenha sido a última tentativa em uma boa luta para todos verem pela televisão, mas eu fiz talvez cinco curvas e o deixei passar."

Massa passou uma situação similar na última volta no GP da Rússia do início deste ano. Naquela ocasião ele frustrou Sebastian Vettel, deixando Valtteri Bottas escapar. O alemão chegou inclusive a fazer um gesto obsceno para Massa.

O piloto Williams terminou em décimo, mas ficou desapontado com o desempenho do carro na corrida.

"Um ponto é melhor do que zero", disse ele. "Terminamos à frente de Renault e Toro Rosso. Mas definitivamente eu estava com dificuldade durante toda a corrida."

"Nós não tivemos ritmo no carro. E estou muito desapontado com isso. Precisamos entender por que, mas a degradação nos pneus foi muito alta. Tive dificuldade com os pneus na corrida inteira."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias