Massa diz que ainda negocia, mas não descarta saída da F1

Brasileiro fala que resultados decidirão se permanece ou não na Williams no próximo ano: “É isso que te dá motivação para ficar”

Ainda com futuro incerto na Fórmula 1, o brasileiro Felipe Massa concedeu entrevista ao site oficial da categoria. Desde 2002 no mundial, Massa disse que vai querer continuar no campeonato apenas se sentir-se competitivo.

Perguntado se continua negociando com a Williams, o piloto confirmou.

 “Sim, estamos conversando com a Williams”, afirmou.

“Preciso ter algo que quero fazer por mim mesmo. Eu quero sentir que posso ser importante para a equipe e contribuir. Se isso não for possível, prefiro fazer outras coisas.”

“Tomarei uma decisão mais cedo ou mais tarde. A equipe precisa elaborar o cenário para o ano que vem o mais cedo possível. Caso contrário, você poderia perder a oportunidade de assinar com um bom piloto. A maioria das equipes já assinou com seus pilotos para o próximo ano.”

“Bem, eu definitivamente não quero ficar na equipe só para agradar certos patrocinadores. Eu quero poder contribuir e alcançar as coisas para mim. Isso é o que é importante para mim.”

Para Massa, o fator preponderante que irá decidir sua continuidade na F1 será sua performance. Atualmente, Felipe ocupa o 11º lugar no campeonato de pilotos com 31 pontos após 13 etapas.

“O que decide isso são os resultados e o quão competitivo você está no carro”, seguiu.

“No fim, isso é o que te dá motivação para continuar. Se as coisas não forem do jeito que você quer que elas sejam, é hora de pensar em fazer coisas diferentes.”

“Estou bastante satisfeito com o meu desempenho e como consegui entender esses novos carros. Mas vamos ver o que acontece.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias