Massa fala em “trabalho perfeito” para bater Ferrari na segunda metade do ano

Brasileiro vê segunda parte da temporada com pistas favoráveis à Williams, mas reconhece que será difícil superar o time italiano na briga pelo vice no Mundial de Construtores

Prestes a iniciar a segunda metade da temporada 2015 da F1 no GP da Bélgica, Felipe Massa falou com exclusividade ao Motorsport.com. Em pauta, as expectativas dele e da Williams para o resto do ano e a batalha com a Ferrari pelo vice-campeonato entre os construtores – atualmente, os italianos têm 85 pontos de vantagem (236 a 151).

O brasileiro disse que o cenário é bom para o time de Grove nas provas restantes da temporada 2015 da F1, mas admite que bater a equipe de Maranello no Mundial de Construtores será uma tarefa muito complicada.

“Temos que pensar positivo e fazer de tudo para reduzir esta vantagem, que não é pequena. Precisamos de um trabalho perfeito com os dois carros em todas as corridas e esperar que a Ferrari tenha problemas. Só assim poderemos superá-los”, afirmou.

Ainda assim, o piloto da Williams se mostrou otimista em relação ao desempenho do carro nas provas remanescentes do campeonato. De acordo com Massa, apenas o GP de Cingapura deve ser uma corrida difícil para ele e Valtteri Bottas.

A expectativa de Massa, portanto, é a de que o time de Grove seja capaz de brigar por boas posições daqui até o final do ano e, eventualmente colocar os carros da equipe no pódio.

“Na segunda parte do campeonato há pistas boas para o nosso carro – talvez Cingapura seja a única que complique um pouco mais para nós. Spa, Monza, Sochi, Suzuka, Austin, Interlagos e Abu Dhabi são favoráveis – Hermanos Rodríguez ainda é uma incógnita, mas creio que andaremos bem por lá. Então espero que consigamos lutar por bons pontos e, quem sabe, alguns pódios”, encerrou.

Entrevista por Felipe Motta

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias