Massa lamenta 17º lugar: “Poderia ter ido ao Q2”

Após toque no muro no início da classificação, piloto da WIlliams fala que terá de fazer “corrida de paciência”

A classificação do GP de Cingapura não foi nada fácil para a equipe Williams. Sem demonstrar um grande ritmo nos treinos livres, o time de base em Grove, na Inglaterra, tinha grandes desafios chegando ao treino oficial da noite deste sábado (16) em Cingapura.

O mau desempenho se confirmou. Felipe Massa irá largar em 17º e Lance Stroll será o 18º. Os dois carros ficaram apenas à frente dos da fraca equipe Sauber, que compete com motores Ferrari do ano passado.

Para piorar suas chances, Massa ainda acabou batendo em uma das curvas do circuito de Marina Bay em sua primeira volta rápida no Q1. O reparo de seu carro acabou fazendo o brasileiro perder a sessão quase completamente. Ele entrou na pista no final do treino, mas não conseguiu passar para o Q2 após um erro no final da volta.

Para Massa, a escorregada na última curva custou o entrada no top-15.

“Acabei perdendo a traseira do carro e acabei perdendo meio segundo na última curva”, disse ao SporTV.

“Poderia ter passado para o Q2. Poderia ter passado até com uma certa tranquilidade, mas infelizmente as coisas não ajudaram hoje.”

“Então, amanhã vamos ter que fazer uma corrida totalmente de paciência para ver o que vai acontecer.”

“Sim, esta foi a minha tentativa (tirar o máximo do carro). Até porque, ou você guia no limite com o carro para tentar fazer mais do que o carro pode, ou não passa. E hoje não foi possível passar, infelizmente.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pista Singapore Street Circuit
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias