Massa lembra primeiro ano na F1: “fiz cagada pra caramba”

Estreante em 2002 pela Sauber, Felipe faz paralelo com xará Nasr em 2015 e avalia: “foi bem parecido com minha performance”

Em 2002, Felipe Massa fez a estreia na Fórmula 1 pela equipe Sauber. Quarta colocada no mundial anterior, o time era a principal força do meio de pelotão. Em 2015, Felipe Nasr fez sua estreia na Fórmula 1 pela mesma Sauber, um ano depois do time pela primeira vez em sua história ter passado uma temporada zerado.

No entanto, apesar deste contraste, a primeira experiência dos dois Felipes foi bem parecida levando os números em consideração. Ambos têm como melhor resultado um quinto lugar e finalizaram suas campanhas em 13º.

Falando ao MOTORSPORT.COM, Massa crê no que as estatísticas dizem. “Era uma época diferente.  Em 2002 marcavam pontos só os seis primeiros”, lembrou Massa. “Hoje em dia se marca ponto até o décimo.”

“Mas fiz excelentes corridas, consegui fazer quatro pontos, mas cheguei muitas vezes em sétimo, que não se marcava ponto na época.”

“Mas eu acho que o ano dele não foi muito diferente do meu primeiro ano, não. Foi bem parecido com a minha performance.”

Massa chegou a ser substituído pela Sauber por uma prova, após bater em Pedro de la Rosa no GP da Itália e ser punido com dez posições no GP dos EUA. O time, que não vivia uma boa relação com o brasileiro no final da temporada, o substituiu por Heinz-Harald Frentzen para evitar que ele largasse muito atrás em Indianápolis.

“Fiz cagada pra caramba”, reconheceu. “Mas, pelo carro que a gente tinha, consegui fazer um bom trabalho. Só que mesmo assim eu fui mandado embora, né.”

“Meu ano foi bom, mas o ano do Nasr também foi bom. Ele teve excelentes corridas, mas ele sofreu muito em outras provas, com o companheiro sendo mais rápido que ele. Como disse, não acho muito diferente do meu primeiro ano.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias