Massa: "Parece que a Mercedes cresceu mais"

compartilhar
comentários
Massa:
Por: Bruno Vicaria
6 de mai de 2011 10:51

Brasileiro supera parceiro Alonso, fica em sexto, mas admite que existem três equipes à frente da Ferrari neste fim de semana

Massa foi quase oito décimos melhor que Alonso

Melhor brasileiro e representante mais bem colocado da Ferrari nos treinos desta sexta-feira, Felipe Massa demonstrou tranquilidade com o resultado do primeiro dia de treinos em Istambul.

Logo de cara, Massa afirmou que existe pressão no time italiano, mas isso é algo natural em uma equipe grande. "As equipes com quem competimos são superimportantes e ninguém é bobo. Se não trabalhar direito, fica muito dificil."
 
O vice-campeão de 2008 admite, inclusive, que a Mercedes está um passo à frente, ao lado de McLaren e Red Bull, na ordem de forças deste fim de semana. "Eles podem ter conseguido crescer mais que os outros. É o que eu acho. Olhando, parece que a Mercedes cresceu mais."
 
Por fim, o brasileiro acredita que, após as primeiras avaliações de pneus, do tempo e do traçado turco, a estratégia será um ítem vital na prova deste domingo. "Acredito que poderiam desgastar um pouco mais do que a gente viu, mas a estrategia será superimportante como na China, pois os pneus vão desgastar bastante."
 
Confira os principais tópicos da entrevista acompanhada pelo TotalRace:
 
Mudanças que as atualizações trarão para a Turquia
"Não muda muito. Quando você tem um ótimo carro, depois de algumas voltas já sabe o caminho, como seguir. Acredito que o Vettel, conhecendo ele como piloto, sabendo o carro que ele tem e vendo a diferença que fizeram até agora, não perdeu muita coisa nesses treinos. Amanhã ele vai estar nas primeiras voltas entendendo um pouco como funciona e estará competitivo na classificação como se tivesse feito os treinos normalmente."
 
Pressão e clima na Ferrari
"A cobrança não é só da direção sobre os pilotos ou engenheiros. A cobrança também é dos pilotos para a direção e os engenheiros para melhorar. Trabalhamos na equipe mais famosa e importante que vive sob pressão, vencendo ou não a corrida. Mas a pressão vem de todos os lados, em cima de todos para fazer um trabalho 100%. Só assim você tem um carro para vencer corridas. Competimos com equipes superimportantes e ninguém é bobo. Se não trabalhar direito, fica muito dificil."
 
Red Bull, McLaren e Mercedes, principalmente, um passo à frente
"À frente da Ferrari pode ser. Mas a Mercedes foi a equipe que deu o passo maior. Talvez eles estão usando um escapamento novo, o que dá uma diferença muito grande quando você o experimenta pela primeira vez. Eles podem ter conseguido crescer mais que os outros. É o que eu acho.
 
Comportamento dos pneus
"Existe desgaste, claro. Não tem como ser diferente diante de uma pista como essa, olhando como funciona as curvas, principalmente a oito, com muita força lateral nos pneus. Acredito que poderiam desgastar um pouco mais do que a gente viu, mas a estrategia será superimportante, como na China, pois os pneus vão desgastar bastante."
Próxima Fórmula 1 matéria
Barrichello vê “dentinho de sorriso no fim do túnel”

Previous article

Barrichello vê “dentinho de sorriso no fim do túnel”

Next article

Sauber tem sentimentos distintos na Turquia

Sauber tem sentimentos distintos na Turquia
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Turquia
Pilotos Felipe Massa Shop Now
Autor Bruno Vicaria
Tipo de matéria Últimas notícias